30 de out de 2008

Mudando o orcute

Antes de mais nada, pense sobre isso:
Tens 1000, acrescenta-lhe 40. Acrescenta mais 1000. Acrescenta mais
30
e
novamente 1000. Acrescenta 20. Acrescenta 1000 e ainda 10.
Qual e o total? Vá pensando, desça!
------------------------------------
Coldplay - Cemeteries of London
At night they would go walking ‘till the breaking of
the day,
The morning is for sleeping...
Through the dark streets they go searching to see God
in their own way,
Save the nighttime for your weeping...
Your weeping...

Singing la lalalalala la lê...
And the night over London lay...

So we rode down to the river where the toiling ghosts
spring,
For their curses to be broken...
We'd go underneath the arches where the witches are in
the saying,
There are ghost towns in the ocean...
The ocean...

Singing la lalalalala la lê...
And the night over London lay...

God is in the houses and God is in my head... and all
the cemeteries in London...
I see God come in my garden, but I don't know what he
said,
For my heart it wasn't open...
Not open...

Singing la lalalalala la lê...
And the night over London lay...

Singing la lalalalala la lê...
There's no light over London today...
----------------------------------------

"Quando uma criança diz: 'Quero ser astronauta', os pais não dizem: 'está bem... Trabalhe para isso!' Dizem: 'Por favor, você nunca será um astronauta'
Temos a tendência de dizer aos outros que não podem fazer algo só porque nós não podemos fazer" - Gabriele Muccino

"I think I can safely say that nobody understands quantum mechanics." - Richard Feynman

"Yo no creo en brujas pero que las hay... las hay"

"Physics isn't the most important thing. Love is." - Richard Feynman

Para muitos problemas na vida, o dinheiro é a solução. Para todos os outros, existe a matemática.

"Mas é preciso ter manha
É preciso ter graça
É preciso ter sonho sempre
Quem traz na pele essa marca
Possui a estranha mania
De ter fé na vida"

"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios" - "Por isso cante, chore, dance e viva intensamente antes que a cortina se feche"
-----------------------------
Sobre a pergunta, a resposta é 5000 né? Pois é, você errou. Confira com a calculadora! Dá 4100, espertalhão. Pense bem...
[Cérebro.exe executou uma operação ilegal e teve de ser fechado...]
-------------------------------
Love is all We need

† 30/10/2008

26 de out de 2008

Vergonha de ser carioca

Eduardo Paes ganhou o segundo turno. Decepcionante. Da próxima, voto no Crivella e até faço campanha. Assim acaba com a cidade de vez. E não fico acreditando que os cariocas podem ter algum QI. Mas foi por muito pouco, que danação. Alguns nicks revoltados:

de mudança pra Costa Barros, futura zona sul diz (20:07):
Eduardo Paes, o pai dos suburbanos diz (20:08):
Lucas ;* AE EDUARDO PAES.. VAMOS CONTRUIR MAIS UPAS.. PRA RECEBER NOSSOS BANDIDOS E POLICIAIS BALEADOS...!!! diz (19:56):
Parabéns, Rio de Janeiro, por ter 50,82% de imbecis morando em seu território! disse:
CARIOCAS BURROS IDIOTAS E IMBECÍS... MORRAM NESSAS UPAS DE MERDA diz (19:21):

Parece que o Eduardinho ganhou com a ajuda de pessoas que viajaram pro feriadão. Podia ter sido uma vitória e tanto, apesar das calúnias, do jogo de zonas, do jogo de elites. Todas as jogadas desprezíveis da política. O povo carioca podia ter dado uma aula de Agora, só nos resta aturar quatro anos de pra lá e pra cá. E tentar fazer o Eduardo cumprir com algo que prometeu. Aliás, o site da campanha foi apagado assim que ele foi eleito, pra ninguém mais ler as propostas que ele não vai cumprir. Com a ajuda do Sérgio Cabral.

Tive que aturar pessoas (inclusive meu pai, aposto que ele, dia 2 de Janeiro, vai tá reclamando do Eduardo Cabral) falando que vota em Gabeira quem fuma e cheira, que Gabeira era a favor da prostituição. Ignorância. Falta de vontade de entender. Falta de inteligência. Como eu disse, não que seja verdade, mas fica bonito: Gabeira é a favor da maconha e da prostituição. Eduardo é a favor do traficante e do cafetão. Eduardo Paes disse que ia remover favelas no primeiro turno e assinou acordo pra não remover favelas e não tirar camelôs. Então, vamos fazer logo uma favela no Corcovado ou no Pão de Açúcar, ele não vai remover.




Eduardo Paes, curtindo numa boa, após fumar um baseado

Só quero ver, daqui a 4 anos, Costa Barros com o IDH da Suíça. Uma UPA em cada bairro, que serão aos poucos rebaixadas a bairro de pobre, cada UPA com seus camelôs. Como diz Kent Brockman, do Canal 6, nos Simpsons, no episódio do Cometa do Bart (Sexta temporada), "a democracia simplesmente não funciona" (I've said it before, and I'll say it again: democracy just doesn't work).

23 de out de 2008

Eleições, parte 2

Continuando o tópico Vote Com Ciente , novamente num apelo dispensável e postado por simplesmente por terapia ou coisa assim, seguindo sempre a Lei de Drake, como expliquei anteriormente.

As pesquisas apontam uma virada de Eduardo Paes, ainda tem empate técnico, mas essa vantagem, mesmo que não signifique nada, me deixa preocupado. O sonho não pode acabar assim. Não que eu não goste do Eduardo Paes (apesar de ele está me fazendo não gostar com a campanha dele), mas prefiro o Gabeira. Gabeira dá esperanças de mudança, quer enfrentar os subpoderes, tem pulso pra isso. E o Eduardo Paes, pra mim, é continuar do jeito que tá.

Eduardo Paes fez acordo com todos que podia pra poder ganhar a eleição. Ele quer a todo custa ganhar. Virou uma obsessão. Quem sabe ele não faria um acordo com o capeta se fosse pra ganhar a eleição? Ele falava mal do Lula e agora aparecem juntos, amiguinhos na campanha. Eduardo se apóia muito na parceria com o estado. E se ele brigar com o Serginho? Ficamos na merda de vez? Provavelmente vai ter algum tipo de pirraça, como sempre teve. "Ah, isso não é culpa minha, é do estado..." O governador e o prisidente têm a obrigação de trabalhar em conjunto com o prefeito, seja quem for. São vidas que se tá falando, não dá pra fazer charminho quando estamos falando da administração de uma cidade.

Eduardo Paes usou essa palhaçada de subúrbio versus zona sul. E o melhor, na propaganda dele, um cara fala que ele vai ser o governador dos dois lados do túnel. Bom, provavelmente este túnel é o Rebouças. A parte boa é que eu não moro nem antes nem depois do rebouças. Eu moro à esquerda da Pedra da Gávea, assim como todos da Zona Oeste. Ficaremos esquecidos? Acredito que não, Eduardo Paes foi subprefeito de Jacarepaguá e Barra. Mas não posso deixar de mostrar meu desprezo por essa propaganda. E por qualquer apelação pra rivalidades entre moradores da mesma cidade.

Um detalhe bem interessante foram as promessas do Gabeira. Principalmente a de não agredir nem sujar a cidade. Isso mostra caráter, seria um grande avanço se uma campanha assim ganhasse. Quem sabe a moda não pega? Estava acreditando que o povo carioca ia mostrar maturidade na hora de votar, mas estou me desiludindo. Ainda que as pesquisas não apontem nada, mas essa propaganda negativa toda foi muito forte. Mas ainda acredito que o povo carioca mostre que sabe identificar calúnias e vai prestigiar a campanha de alto nível do Gabeira. Torço pra isso. Tenho esperança.

Eduardo Paes se mostrou muito maleável. Ontem falava mal de Lula. Hoje é seu amigo. Fez parceria com a candidata que falava mal dele, a Jandira. Fez pacto com o Crivella. Hoje ele está do seu lado. Mas e dia primeiro de Janeiro?

Mais uma vez:
Ele subiu o morro sem gravata
Dizendo que gostava da raça
Foi lá na tendinha
Bebeu cachaça
Até bagulho fumou
Jantou no meu barracão
E lá usou
Lata de goiabada como prato
Eu logo percebi
É mais um candidato
Para a próxima eleição
Ah! E lá usou!
Lata de goiabada como prato
Eu logo percebi
É mais um candidato
Para a próxima eleição...

Eeeeeeeeeeeeh!
Ele fez questão
De beber água da chuva
Foi lá no terreiro
Pedir ajuda
E bateu cabeça no gongá
Mas ele não se deu bem
Porque o guia
Que tava incorporado
Disse esse político é safado
Cuidado na hora de votar...

Também disse:
Meu irmão se liga
No que eu vou lhe dizer
Hoje ele pede seu voto
Amanhã manda a polícia
Lhe bater
Podes crer!
Meu irmão se liga
No que eu vou lhe dizer
Hoje ele pede seu voto
Amanha manda a polícia
Lhe bater...

Ele subiu o morro sem gravata
Dizendo que gostava da raça
Foi lá na tendinha
Bebeu cachaça
Até bagulho fumou
Jantou no meu barracão
E lá usou
Lata de goiabada como prato
Eu logo percebi
É mais um candidato
Para a próxima eleição
Ah! E lá usou!
Lata de goiabada como prato
Eu logo percebi
É mais um candidato
Para a próxima eleição...

Eeeeeeeeeeeeh!
Ele fez questão
De beber água da chuva
Foi lá no terreiro
Pedir ajuda
E bateu cabeça no gongá
Mas ele não se deu bem
Porque o guia
Que estava incorporado
Disse:
Esse político é safado
Cuidado na hora de votar...

Também disse:
Meu irmão se liga
No que eu vou lhe dizer
Hoje ele pede seu voto
Amanhã manda os "home"
Lhe bater
Podes crer!
Meu irmão se liga
Porque eu vou lhe dizer
E depois que ele for eleito
Dá aquela banana prá você
Podes crer!

Meu irmão se liga
No que eu vou lhe dizer
Hoje ele pede seu voto
Amanhã manda a polícia
Lhe prender
Podes crer!
Meu irmão se liga
No que eu vou lhe dizer
E depois que ele for eleito
Não arruma emprego
Prá você!

6 de out de 2008

Conseqüências mediovágeis das eleições

Lista dos vereadores eleitos:

Lucinha (PSDB) - 68.799

Rosa Fernandes (DEM) - 63.259

Stepan Nercessian (PPS) - 50.532

Alfredo Syrkis (PV) - 47.729

Clarissa Garotinho (PMDB)- 42.062

Chiquinho Brazão (PMDB) - 37.845

S. Ferraz (PMDB) - 34.546

Jorge Pereira (PTdoB) - 33.280

Aspásia Camargo (PV) - 31.880

Teresa Bergher (PSDB)- 31.375

Andrea Gouvea Vieira (PSDB) - 28.213

Carlos Bolsonaro (PP/PSL) - 28.209

Eider Dantas (DEM) - 27.718

Dr. Carlos Eduardo (PSB/PCdoB) - 27.297

Marcio Pacheco (PRP/PSC) - 26.932

Aloisio Freitas (DEM) - 26.545

Tio Carlos (DEM) - 25.382

Jorge Felippe (PMDB) - 24.480

Dr. Jairinho (PRP/PSC) - 23.880

Vera Lins (PP/PSL) - 23.528

Luiz Antonio Guaraná (PSDB) - 23.476

Jorge Braz (PTdoB) - 23.157

Carminha Jerominho (PTdoB) - 22.068

Patricia Amorim (PSDB) - 21.140

Paulo Pinheiro (PPS) - 20.936

Joao Mendes de Jesus (PRTB/PRB) - 20.005

Fernando Moraes (PR) - 19.762

Nereide Pedregal (PDT) - 19.562

Carlo Caiado (DEM) - 19.042

Jorginho da S.O.S (DEM) - 18.557

Renato Moura (PTC/PMN) - 18.012

João Cabral (DEM) - 17.790

Alexandre Cerruti (DEM) - 17.142

Liliam Sá (PR) - 15.742

Tânia Bastos (PRTB / PRB) 15.742

Eliomar Coelho (PSOL/PSTU) - 15.703

Cristiane Brasil (PTB) - 14.583

Prof. Uoston (PMDB) - 14.282

Roberto Monteiro (PSB/PC do B) - 14.061

Dr. Jorge Manaia (PDT) - 14.040

Leonel Brizola Neto (PDT) - 12.988

Rubens Andrade (PSB/PC do B) - 11.989

Adilson Pires (PT) - 11.555

Claudinho da Academia (PSDC) - 11.513

Elton Babú (PT) - 11.279

Reimont (PT) - 10.723

Cristiano Girão (PTC/PMN) - 10.445

Ivanir de Mello (PP/PSL) - 6.413

Carlos Bencardino (PRTB/PRB) - 5.361

Paulo Messina (PV) - 5.201

Marcelo Piui (PTN/PHS) - 3.200

Fonte: O Globo

Destaque para a ausência do Nadinho de Rio das Pedras, que, apesar de seus quase 17 mil votos, não conseguiu se eleger. Nunca entendi essa divisão das vagas, só sei que quanto mais votos o partido tem, mais chance tem um dos primeiros colocados do partido entrarem. Pra quem tiver disposição e presença de espírito, pode tentar aprender aqui. Achava que era burrice o Girão se candidatar por um partido pequeno e malandragem o Nadinho ir pelo partido grande, mas parece que foi o contrário. O pequeno partido de Girão se aliou à alguma vonte de votos (um partido maior) e como Girão foi o mais votado pelo partido dele, ficou com a vaga. Nadinho, porém, ficou sem vaga porque foi o décimo mais votado do DEM, ex-PFL, que teve bastante vaga, mas mais gente recebeu mais voto que Nadinho e roubaram sua vaga. Apesar do Nadinho não ter ido, entrou a seguinte quadrilha: Jerominha (presa, leia Carioca elege até candidato preso), Tio Carlos (pra mim é bandido), Girão, Garotinha (8 anos não fizeram aprender a lição), Brazãozinho (acho que o Brazãozão já se envolveu com coisas também), Babúzinho (filho do Babú, envolvido com troço na Zona Oeste Oeste), Claudinho da Rocinha e a filha do Roberto Jefferson, a Brasil (não dá pra entender). Gostaria de conhecer os mentecaptos que votaram na filha do Garotinho. As pessoas devem ter vergonha de revelar isso, queria esganar um, foi uma das mais votadas (quinta mais votada). Será que as pessoas, vendo essa Câmara, sabendo que isso aconteceu, será que não vão reclamar dos vereadores já antes de eles começarem a trabalhar? Falar que só tem vereador ruim. Sabemos disso, mas alguém elegeu eles. Eu que não fui. E a Maria Chupetinha não entrou... Ahhhh!

*ao som do Back in Black (Ac/Dc)

5 de out de 2008

Meu jingle

Muito satisfeito em saber que o Crivella rodou e que o Gabeira passou ao segundo turno. Não vou votar, então, no Paes no segundo turno. Há esperança.

Minha votação foi tranqüila. Fui votar, fugi de todos os papelzinhos atravessando a rua para o lado oposto à Escola onde tem seções, só um veio me dar papelzinho, mas eu disse que já tinha candidato. Atravessei a rua de novo (e quase fui atropelado, ou quase atropelei, uma Brasília, eu ri do motorista businando pra mim, teria ele freio?), e me encaminhei para minha seção. Todas as seções tinham filas, a minha não. Seção de VIP. Bom, só demorou porque a mesária não sacou que meu nome é com PH e ficou procurando os Rafaéis com F, e Raimundo fica entre Rafael e Raphael... No vereador, apertei as teclas rápido demais e, das cinco, só três apareceram, tive que usar o CORRIGE. Mas tudo bem, depois tudo transcorreu bem.

Cheguei em casa, pensei em um samba-exaltação, um jingle tosco para minha campanha. Tipo assim: Não votei no Charbel, não votei no Nadinho... Não votei no Brazão... nem na filha do Garotinho. E por aí vai. Ahhh rimas toscas!
--------------------

Mudando de assunto, vocês não enxergam nada de parecido entre esse dois sujeitos:


bom, eu achei que a frente da Ferrari California lembra o Punto. Acho o Punto muito feio.

*ao som de Blind Guardian (Carry The Blessed Home, Turn the Page, Another Strange Me, Skalds and Shadows, Dead sound of Misery, All The King's Horses, Market Square)

2 de out de 2008

Vote com Ciente!

Ééé vai chegando o final da campanha e venho aqui pra fazer um desabafo e de repente uma campanhazinha, talvez dar alguma luz a pessoas que votam de qualquer maneira e que, com quase 100% de chance, não vão ler isso. Seria algo parecido com a Equação de Drake de maneira que a probabilidade de eu afetar alguém podia ser o produto da probabilidade de alguém visitar meu blog pela probabilidade de alguém ler meus textos pela probabilidade de alguém ler até o final pela probabilidade de alguém que vota pela musiquinha visitar, ler, ler até o final este texto pela probabilidade de eu conseguir mudar a opinião de alguém pela... Por aí vai... Mas não custa tentar né, fico indignado com essas pessoas que acham que voto é fliperama. Já ouvi, ouvi falar e vi várias bizarrices eleitorais. Frases do tipo "Vou votar no primeiro da pesquisa pra não ter que votar no segundo turno" ou ver um bêbado cantando uma musiquinha de um candidato (e provavelmente vai votar nesse candidato) me levaram a tentar um apelo. Segue Teorema da Equação de Drake:

Em primeiro lugar, acho que as pessoas deveriam pensar duas vezes antes de votar num candidato que polui a cidade. Visual, sonora e materialmente. Se pra se eleger, ele já tá poluindo a cidade, berrando no seu ouvido, enfeiando a paisagem, imagina o que não vai fazer depois de eleito. Você acha mesmo que deve ganhar quem grita mais? Passei por vários desconfortos por causa de carros de som. Acho que vale a pena citar pelo menos dois casos. O primeiro foi quando passei por uma feira aqui perto. Tinha um carro de uma candidata a vereadora com seus pupilos enfiando papelzinho pros populares, sem chance de escapatória. Mais a frente, aí sim, o que me deixou irritado. Três carros de som parados na rua (dando aquela ajuda pro trânsito), mandando ver na somzeira para três candidatos diferentes. Sr. Charbel, Sr. Nadinho e Sr. chiquinho BRAZÃO (a propaganda tá mais ou menos assim, e ainda aparece o outro Brazão na foto, cuidado pra não se enganar). Aparentemente, quando eu tava me afastando, os carros começaram a aumentar o som, pra ver quem aparecia mais. O outro caso foi quando passei por uma carreata de carros de som do Sr. Marcelo Piuí, fazendo aquela barulhada Estrada de Jacarepaguá afora, mas a musiquinha fora de fase, cada um catando uma parte. Tudo bem, um elefante é até relevante, mas mais de dez de uma vez só? Será que ganha voto mesmo com isso? Ah, não posso citar o primeiro carro de som da temporada, que foi o da Rosa Fernandes (nunca mais vi esse carro de som, devia tá fazendo uma geral pela cidade nesse dia, já que aqui não é o curral dela), passando por mim, que tinha acabado de cair de bicicleta e estava arrastando a bicicleta.


Nessas eleições, teve muito dessas cabanas, aqueles cavaletes de propaganda que, teoricamente, fica uma pessoa tomando conta (opa, empregos!), a tal da propaganda móvel. Mas se formou uma verdadeira favelização dessas cabanas, tinha alguns lugares que você tinha que ir desviando das cabanas pra passar. Imagina o que um candidato desses vai dizer sobre carros nas calçadas hein... Numa das minhas idas e vindas, tive que optar por passar na lama ou por cima das cabanas. Quase fui por cima das cabanas, realmente, fui me apoiando e uma pessoa que vinha na contra-mão queria passar, tive que ficar embaixo da cabana pra pessoa passar e não ter que ir pra lama. Maravilha! O pessoal que toma conta das cabanas passa o tempo como pode... Tentando convencer o vizinho que o candidato deles fez as mais maravilhosas maravilhas, fazendo a unha do vizinho, dormindo...


Na propaganda da TV, não vi nada extremo, mas tinha coisas bizarras sim. Tinha os que não sabem a área de atuação a que se candidatam: promessas de recuperar o Hospital do Fundão (federal), de investir o dinheiro do IPTU no seu bairro (vão ter que fazer uns cinco hospitais em Ipanema)...

------------------

Agora um breve comentário aos candidatos a prefeito.


Eduardo Paes - tem propostas razoáveis, mas é cópia do César Maia. A gente reclama, mas podia ser pior. Acredito que a cidade precise de alguém revolucionário.


Marcelo Crivella - acho impressionante que alguém sem propostas consiga tantos votos. Impressionante não é, mas a gente tenta não pensar que o que tá acontecendo esteja realmente acontecendo. Será que realmente não misturaram política com religião? Não sei qual seria o objetivo da religião estar no poder, mas pode ser alguma coisa do tipo fazer alguma revolução religiosa, alguma coisa parecida com as maluquices de alguns comunistas sobre governo do proletário, mas em vez de proletário, os cristãos... Enfim, sem propostas, apelativo e envolvido com casos suspeitos...


Jandira Feghalli - fala um pouco demais. Falou muito sobre a maternidade de Curicica que, sim, está em funcionamento, só que em outro lugar. Está funcionando (pelo menos acho que está funcionando) ao lado do Hospital Lourenço Jorge, na Barra.


Chico Allencar - parece ser uma boa opção, tem propostas, mas talvez tenha problemas pra enfrentar a favelização como deve ser feito. Parece que é contra a remoção, acredito que a remoção deva ser feita.Talvez soe um pouco radical com relação a questões econômicas.


Solange Amaral - continuação sem carisma do César Maia, parece ter menos pulso que o prefeito. Autora do projeto que considero tapar o sol com a peneira do corredor T5 que vai trazer ônibus articulados toscos da Penha pra Barra. Ainda acho que tinha que ser metrô. Com esses ônibus articulados, o projeto da linha 6 vai pro saco de vez. Isso é continuar dando um jeitinho pra ser sempre transporte rodoviários. Fora que a obra vai ser faraônica, a estrada tem que passar por algum lugar... Por cima da linha amarela?


Molon - Muito apagado, ele me deu papelzinho pessoalmente no Fundão, na hora do almoço. Não acredito no PT.


Paulo Ramos - Sofreu discriminação pela televisão, pelas pesquisas de opinião, por tudo. Todos conspiram contra ele, coitado... Talvez a única emoção da campanha pra prefeito, atirou pra tudo quanto é lado, falou mal dos outros candidatos e da Rede Engodo, mas não apresentou sugestões para melhorar a cidade. Apelou para a popularidade de Brizola, mas não adiantou muito. As pesquisas refletem sua campanha, apesar de ele não acreditar nelas...


Vinícius Cordeiro e Filipe Pereira - os candidatos do "o que vier é lucro". Quando vejo a campanha deles na televisão, parece que to vendo propaganda de outra cidade, como se eles fossem candidatos fortes de outras cidades. Não sei por quê. Se assumissem mesmo a prefeitura, iam pedir pra sair.


Eduardo Serra e Antonio Carlos Silva - ouvi dizer que O Eduardo Serra faz parte do meu complexo na UFRJ (CT/CCMN). Muito radical, quer milícias do proletário, acho que isso é meio viajem demais... Estatizar a Petrobras...


Fernando Gabeira - esse é o meu candidato. Tem as propostas mais plausíveis, vi no Globo que ele tem as propostas mais plausíveis para a saúde, tem visão de meio ambiente, empresarial. Tem pulso, quer revolucionar a cidade, combater a violência. Acho que é isso que precisamos. Acho que chegou a hora de parar de ir levando... Talvez não esteja na frente por conta da maldita conspiração que a Zelite quer sacanear o povo... Ou porque as pessoas têm preconceito do tipo "Ah, ele só quer saber de ficar emaconhado". Felizmente subiu nas pesquisas e hoje, segundo uma dessas pesquisas, poderia ir para o segundo turno (empate com o Crivella, em segundo - já estava conformado em votar no Eduardo no segundo turno, mas surge uma esperança!). Talvez corresse sério risco de vida se passasse ao segundo turno. Há muito interesse por aí em ir levando...


-----------------


Bom, agora é torcer pro meus candidatos entrarem, comprar o Globo no dia depois da eleição pra ver os candidatos com 1 ou 2 votos, torcer pra que as pessoas votem conscientemente. Não se enganarem, não votarem com base em pesquisa, analisar as propostas (internet tá aí facilitando a leitura do plano de governo...), não votar por ser bonitinho ou no feínho, pobrinho, famoso. Política não é um fliperama nem jogo do bicho pra ficar apertando botões ou sortear números. É difícil votar quando se tem que escolher o mais honesto... Quando todos são honestos, a melhor proposta se prevalece. Quando todas as propostas são boas, prevalece o ponto de vista. Mas como isso de todas propostas boas e todos candidatos honestos não existe, resta escolher com muito cuidado. Então, cuidado com o candidato caô-caô que você vai escolher. Segue a letra de uma música que não é de hoje, sobre um problema que não é de hoje:


Candidato Caô-Caô:


Ele subiu o morro sem gravata, dizendo que gostava da massa, foi lá na tendinha bebeu cachaça, até bagulho fumou, entrou no meu barracão e lá usou lata de goiabada como prato, eu logo percebi é mais um candidato para a próxima eleição


Ele fez questão de beber água da chuva, foi lá no terreiro pedir ajuda, bateu cabeça no gonga, mas ele não se deu bem porque o guia que estava encorporado ele disse esse político é safado cuidado na hora de votar, também disse meu irmão se liga no que eu vou te dizer, depois que ele for eleito não arruma emprego pra você, meu irmão se liga no que eu vou te dizer, depois que ele for eleito manda os homens te prender...



*ao som de Iron Maiden (Murders in the Rue Morger, Charlote the Harold, Wrathchild, Alexander The Great), Ac/Dc (Thunderstruck, Fire Your Guns, Money Talks, The Razors Edge, Misstress for Christmas, Rock Your Heart Out, Are You ready), Pink Floyd (Take Up The Stethoscope and Walk, Interestellar Overdrive)


PS: Li em algum lugar recentemente (acho que foi no Globo) que ricos e instruídos tendem a optar pelas propostas que investem em educação e investimento em tecnologia e pobres e menos instruídos tendem apoiar candidatos que prometem assistencialismo. Por falta de educação provavelmente. É um ciclo muito triste e difícil de se quebrar. Os instruídos querem que os pobres se eduquem pra pararem de votar nas porcarias que não investem em educação e deixam os pobres onde estão. E os pobres, que são manipulados a pensar em zelite manipuladora, pedem assistencialismo, pedem o peixe sem querer pescar, elegendo as porcarias que os mantém onde estão...

Quem sou eu

Raphael Fernandes
Carioca, Brasileiro, Estudante de Robótica
Hiperativo, Imperativo
Gosto de tecnologia, de transporte, de Rock, de reclamar e de propagandas criativas (e outras coisas que posso ter falado em um post ou não)
Musicalmente falando, sou assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja também...