21 de jan de 2010

Clouds - parte 1

Tá, eu não to a fim de fazer algo útil e artístico, mas gosto de ver nuvens. Não, longe de mim querer e gostar de estudá-las... É algo desde a infância. Assim como observar estrelas, mas, ao contrário das nuvens, tenho um certo interesse em aprender sobre o céu noturno.

E, de ficar observando nuvens, tive que guardar, de recordação, algumas imagens que eu tiro aqui de casa. Não é nada demais, mas ... Sei lá, gosto de guardar isso. Sou muito apegado a coisas materiais. Então, lá vai. É possível que, além de nuvens, apareça por aí algumas luas.

20 de jan de 2010

Para fazer seu HD misteriosamente aparecer

Bom, estou eu aqui, mais uma vez postando um troço pra não perder. Quando comprei meu HD novo SATA , ele não apareceu, ficando apenas o HD IDE... Eu achava que era automático, não fiz nada na BIOS, mas depois que segui essa dica do Erick, ele misteriosamente surgiu e está aqui, fazendo bem seu trabalho de guardar meus arquivos no auge de seus 250 GB. É o seguinte:

Ir em Ferramentas Adminsitrativas e, depois, em Gerenciamento do Computador;






















Agora, ir em Armazenamento, Gerenciamento de Disco. Aparece isso aqui:
















clica com o botão direito do mouse no Disco0 e inicializa o disco
cria partição e formatação rapida
ele vai atribuir uma letra para a unidade e pronto.. vai ficar disponivel em meu computador cuidado pra nao criar disco dinamico
Fica assim:

Saudades de Rock!



Um nome bastante ousado e corajoso para um disco. Um nome muito brasileiro para uma banda estrangeira. Mas a expectativa criada por esse nome dado pela banda Extreme para seu trabalho não vira decepção. Estou eu aqui ouvindo o disco e realmente é rock do bão. O vocal Gary Cherone faz soar, inevitavelmente, a Van Halen.

Descobri isso por acaso, um dia, visitando o site do Mike Portnoy, também por acaso. Fui conferir os melhores álbuns de todos os tempos segundo ele e vi esse curioso nome na lista dos anos 2000. E, então, descobri que não era nada brasileiro, e resolvi baixar, também pela proposta de resgatar o bom som dos anos 80 do rock.

É, valeu a pena. O som realmente é bom rock e vai para o meu celular. Ouvirei e logo estarei viciado. O que eu acho engraçado é a coincidência de duas bandas com ex-Van Halens, o Extreme atual e o Chickenfoot, terem feito trabalhos de resgate ao rock do bom. Ótimo, eu gosto de Van Halen mesmo!

15 de jan de 2010

Tênis novo

Troquei de tênis... Queria comprar um Mizuno, mas acabei comprando o Rainha mesmo que já tinha me agradado e que custava a metade do preço... Aquele Rainha que está se aposentando caminhou muitos quilômetros... Conheceu muitos lugares, esse tem história pra contar.

Lembro muito bem quando o estreei, estávamos indo para a trilha de Barra de Guaratiba que não aconteceu por causa da extrema chuva. Mas depois disso, fomos e ele pisou nas terras do Oeste... Caminhamos muito por Botafogo e quantas vezes fomos e voltamos do centro da Freguesia? E ele esteve me agüentando nas minhas dores de cutuvelo (piadinha estilo "pé meu querido pé que me agüenta o dia inteiro... ressucitei isso na minha memória outro dia vendo TVE ou seja lá qual for o nome atual... Canal 2 (18 da NET)). E, de subir e descer escadas, idas e vindas o trajeto A-H, idas ao cinema, caminhar da Praça General Osório até a Gávea. Andamos da Ayrton Senna até a casa do meu pai (algumas vezes, tendo que esticar até aqui). Recebemos porrada com os exercícios na academia, principalmente na época que eu decidi correr, na esteira.

E, por isso tudo, ele ficou muito gasto. E foi firme, ao contrário do tênis da Olympikus, que rasgou com o tempo... Esse também tem história pra contar mas, sei lá... Não criei tanto afeto. Agora, estou construindo uma nova história com o novo tênis da Rainha. Infelizmente ele dobrou de um jeito que fez a parte fofinha do calcanhar ir pra trás (irreversivelmente), o que me machuca quando to com meínha baixa... Mas enfim, ele que me agüentará o dia inteiro daqui pra frente... Ou será que isso vai fazer acontecer o contrário: eu agüentá-lo?? Enfim... Já caminhamos bastante hoje e semana passada, já fizemos o percurso monótono da Ayrton Senna. E já estamos recebendo porrada na academia, apesar de que pouco malhei perna e não estou fazendo esteira (com esse calor, não dá! Eu já perco quilos só existindo, e eu não posso emagrecer!!). Então, boas vindas ao tênis novo.

*ao som de Dream Theater (The Count of Tuscany)

9 de jan de 2010

Once and Future King

Ontem, assisti ao X-Men 2 na Grobo. Depois de ter assistido ao Wolverine, foi bom ter visto o X-Men 2 de novo, ajudou algumas partes a fazer sentido pra mim. Foi bom rever os velhos heróis fodásticos (apesar dos rebeldes adolescentes emos fazerem o momento malhação/twilight/emo do filme, ver Wolverine, Magneto, Xavier e Jean Grey em ação é muito bom) e refletir sobre a filosofia desses personagens, onde não existem vilões nem mocinhos absolutos. Então, em dois momentos do filme, me deparei com o livro Once and Future King ("O Outrora Futuro Rei" ou "O Único e Eterno Rei") e decidi dar uma olhada na internet... Aparentemente (li muito por alto) tem algo a ver com o Rei Arthur (segundo a Wikipédia: "Terence Hanbury White (Bombaim, 29 de maio de 1906Atenas, 17 de janeiro de 1964) foi um escritor britânico, famoso por ter escrito O único e eterno rei (O rei que foi e um dia será, em Portugal), a série de livros que recontam a obra de Thomas Malory sobre o Rei Artur, e que muitos dizem ser a versão definitiva sobre o Rei Artur.", T. H. White é o autor do livro). Fiquei, então, curioso para ler... Li um comentário rápido sobre a ausência de versões em português, mas achei um em inglês na Saraiva. Mas pretendo terminar os dois livros pendente, o dos Simpsons e o do Goethe. O do Shakeaspeare já desisti, esse comprei em inglês, mas é extremamente difícil de se ler pois é inglês do século XV... O Goethe comprei em português mesmo, é um clássico... Já o livro que o Magneto lê na prisão e que o Prof. Xavier recomenda aos alunos, é do século XX, não deve ser tão difícil quando Shakespeare...

E a garotinha infernal do Jason é do caralho...

*ao som de Kamelot - Once and Future King

8 de jan de 2010

Mais uma conspiração idiota

"Marquei um X, um X, um X no seu coração"
1 X pode ser tido como IX em algorismos romanos, então...
IX IX IX = 999
Mas 999 é 666 de cabeça pra baixo! The number of the Xuxa! Seria Xuxa mais satânica que Iron Maiden?




BTW, primeiro post de 2010... Agora que me toquei! Que 2010 seja um ótimo ano... Agora, versão 2.2010_BETA

Quem sou eu

Raphael Fernandes
Carioca, Brasileiro, Estudante de Robótica
Hiperativo, Imperativo
Gosto de tecnologia, de transporte, de Rock, de reclamar e de propagandas criativas (e outras coisas que posso ter falado em um post ou não)
Musicalmente falando, sou assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja também...