12 de dez de 2015

Lembranças


Elvis - Always On My Mind

Maybe I didn't treat you
Quite as good as I should
Maybe I didn't love you
Quite as often as I could
Little things I should have said and done
I never took the time

You were always on my mind
You were always on my mind

Maybe I didn't hold you
All those lonely, lonely times
And I guess I never told you
I'm so happy that you're mine
If I make you feel second best
I'm so sorry I was blind

You were always on my mind
You were always on my mind

Tell me, tell me that your sweet love hasn't died
Give me, one more chance to keep you satisfied, satisfied

Little things I should have said and done
I just never took the time
You were always on my mind
You are always on my mind

Tell me, tell me that your sweet love hasn't died
Give me, one more chance to keep you satisfied

You were always on my mind
You were always on my mind
You were always on my mind
You were always on my mind
You were always on my mind
You were always on my mind

Maybe I didn't treat you
Quite as good as I should
Maybe I didn't love you
Quite as often as I could
Maybe I didn't hold you
All those lonely, lonely times
And I guess I never told you
I'm so happy that you're mine

1 de dez de 2015

Direito dos Deficientes e novo clipe do Coldplay


A alegria da semana foi saber que a campanha contra o direito dos deficientes era realmente um plano de publicidade. Segui o link, na esperança que seria uma campanha usando psicologia reversa ou algo assim, para chamar a atenção e, no fim, sensibilizar as pessoas (um pouco como esta campanha contra o racismo). Assim que vi, não pode deixar de pensar na semelhança com o logo do Ubuntu.



Na página, depois do "sucesso" da campanha, a produção revelou a pegadinha, com o seguinte texto:
Nós sabemos que vocês ficaram chocados com as revindicações feitas pelo movimento.
E esse choque, é o nosso alívio.
O desrespeito que aconteceu na internet durou só um dia, mas as pessoas com deficiência enfrentam essa afronta todos os dias.
Esperamos que cada um que se revoltou, na internet, seja uma VOZ REAL na luta pelos nossos direitos. Que não se calem ao ver uma pessoa com deficiência sendo desrespeitada ou discriminada.
Denunciem! Não se revoltem somente nas redes sociais.
Uma excelente notícia. E pensar que deve ter realmente gente que pensa como a página supostamente pensaria...

Ainda esses dias, tive uma decepção com o José Serra (que seria meu candidato a Presidência se não fosse a politicagem em favor do Aécio como oposição "para ganhar"), que fez uma declaração infeliz sobre a abertura da Avenida Paulista, aos fins de semana, para pedestres.

Infelizes são os paulistanos! Dilma na presidência e Haddad na prefeitura. Vocês sabiam que os níveis de despreparo para governar de ambos se equivalem? Somos infelizes ao quadrado! Hoje, domingo, fui visitar um amigo que mora perto da Avenida Paulista. A avenida foi fechada pelo prefeito, para lazer. E fica vazia, obviamente. No entorno dela, congestionamentos monumentais. Na ida, demorei meia hora para cruzar a Paulista. Na volta, mais quarenta minutos para sair do engarrafamento. Pensando bem a comparação com Haddad é injusta para Dilma

Um pensamento reacionário e egoísta, que teve a infelicidade de citar um dia de chuva, onde as pessoas naturalmente iam preferir ficar em casa, como sendo um dia típico que justificasse sua visão de que a Paulista deveria ser consumida pelos automóveis... Até no domingo. Vamos relaxar, porque domingo é dia de descanso. Por mim, todas as grandes avenidas deviam ter sua faixa central dedicada aos humanos, "fechadas" para carros e abertas para caminhadas, bicicletas, skates, crianças e quem quisesse aproveitar o descanso ao ar livre, vendo a cidade por outra perspectiva. Aqui no Rio, ainda estamos longe do impacto da Avenida Paulista, mas a Avenida Rio Branco já está se encaminhando para ser aberta para humanos aos domingos, esticando o Parque do Flamengo até a Praça Mauá, uma atitude simpática (que provavelmente será castigada por reacionários) no meio de cagadas do nosso Prefeitinho (como acabar os ônibus, fazer o passageiro andar mais e pegar ônibus mais cheios). No vídeo a seguir, podemos ver como pode ser legal a ocupação da rua por humanos, aconteceu na Estrada dos Três Rios, na Freguesia.

Já Haddad me faz ter uma visão positiva do PT no mar de cagadas que o resto do partido anda fazendo com o país, em especial, no que se refere às falcatruas. Não gosto do PT, mas tenho que admitir quando alguém desse partido acerta. Inclusive, recentemente, fiquei satisfeito com a posição do Molon com relação à diminuição da maioridade penal e mais satisfeito ainda por concordar com ele e ver ele saindo do PT. E eu gosto do PSDB, e o Serra tem minha preferência como o melhor dos candidatos a candidato, por ter maior afinidade com o FHC, um histórico mais rico que o Aécio e não ter um posicionamento tão flertante com o reacionário quanto o Aécio, talvez seduzido pelo calor da oposição, ou talvez por ser assim já naturalmente. Entretanto, parece que esse fogo por odiar o PT expôs esse lado lamentável do Serra. OK, na hora da raiva do engarrafamento, podemos ser injustos. Mas, ele, como pessoa pública e, principalmente, formador de opinião, deveria dosar mais os lados positivos e negativos, como o Pirulla. Ele poderia fazer como o nosso Presidente Eduardo Jorge e ir de transporte público, o melhor candidato a presidente que esse país nunca elegerá.


No Rio, uma das obras olímpicas está parada porque acabou o dinheiro e a responsável pela obra está demitindo todo mundo. Ué, mas as obras das Olimpíadas não eram quase todas bancadas pela iniciativa privada? Acabou o dinheiro do Governo do Estado, acabou a obra olímpica? Não tá fácil pra ninguém! Vi no RJTV 2a Edição.

Mas chega de desgraça, saiu o novo clipe do Coldplay. Lembrei imediatamente de Roar, da Katy Perry.



Achei a música OK, pode ser meu senso crítico saudosista falando, mas fico com a impressão que o "A Head Full of Dreams" vai ser muito mais pop. Acompanhei a chegada do Mylo Xyloto e acabei não gostando tanto e, por outro lado, ignorei totalmente a chegada do Ghost Stories e, quando descobri que ele já tinha sido lançado, ouvi e gostei muito. Por sinal, ainda estou na vibe dele, então, provavelmente é mais um motivo pra ter um pé atrás com o A Head... E nunca serão A rush of blood to the head.

dlç
PS: Sem querer, achei outro clipe com macaquinhos. Public Enemy No. 1, do Megadeth.


Quem sou eu

Raphael Fernandes
Carioca, Brasileiro, Estudante de Robótica
Hiperativo, Imperativo
Gosto de tecnologia, de transporte, de Rock, de reclamar e de propagandas criativas (e outras coisas que posso ter falado em um post ou não)
Musicalmente falando, sou assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja também...