27 de dez de 2008

I've got You under my Skin

I've got you under my skin
I've got you deep in the heart of me
So deep in my heart, that you're really a part of me
I've got you under my skin

I have tried so not to give in
I said to myself this affair never gonna go so well
But why should I try to resist, when baby I know so well
I've got you under my skin

I would sacrifice anything come what might
For the sake of holding you near
In spite of a warning voice comes in the night
And repeats the shouts in my ear

Don't you know little fool, you never can win
Use your mentality, wake up to reality
But each time I do, just the thought of you
Makes me stop before I begin
'Cause I've got you under my skin

I would sacrifice anything come what might
for the sake of having you near
in spite of a warning voice that comes in the night
and repeats, how it yells in my ear

dont you know little fool, you never can win
Why not use your mentality, step up, wake up to reality
but each time I do, just the thought of you
makes me stop just before i begin
cause I've got you under my skin
yes I've got you under my skin





MusicPlaylistRingtones
Create a playlist at MixPod.com

26 de dez de 2008

O fim e o início

Vendo este post: E as aulas voltaram tive que voltar aqui e postar. Não, isso não é uma retrospectiva (e provavelmente, não vou escrever retrospectiva)

Não lembrava que comecei o ano com o "Salcixão". Meio de ano com a inesquecível Festa Junina da Praia Vermelha. E fim de ano com a previsível Festinha do IQ.

Bons tempos em que se ria bastante dos outros. Mas isso não vai virar uma retrospectiva. Feliz 1998!

Orkut random total

Sorte de hoje: Jogue com esses números na loteria: 5, 12, 39, 43, 62, 87

Como diz o Erick, its a joke!

*ao som de Foo Fighters - Generator

25 de dez de 2008

Uma queda

Uma queda

Natal, um bom dia pra tomar um tombo de bicicleta. Daqueles colossais. Não me quebrei, mas me ralei bastante. Por precaução, fui à UPA (decidi que era o lugar mais fácil de chegar , considerando que chegar no Lourenço Jorge e no Cardoso Fontes era mais difícil, num feriado com provável excessez de ônibus pro Barra Shopping e para a Serra, que ainda tinha o agravante de ter que atravessar a estrada).

Chegando na UPA, sem nenhuma indicação sobre onde se deveria entrar ou se as pessoas paradas na porta eram parte de uma fila. Não eram. Já na porta, fui "atendido" por um homem e uma mulher, supostamente a triagem. Fui informado que ali não faziam curativo, o cara pediu pra tirar o band-aid do meu queixo pra ver melhor. Não iam costurar ponto (não era o caso) e não tinha radiografia. Se eu quisesse ser atendido, que eu fosse pro Lourenço Jorge, mas que não tinha necessidade, era só passar uma água com sabão de côco e tudo estava resolvido. Não criemos pânico!

No meu entender, a UPA era justamente pra coisas menores, pra não entupir os hospitais com coisas menores. Mas, com falta de curativo e raio-X, fica difícil. Não entendi como pode, um posto de 3 meses (foi inaugurado na época da eleição) já estar com sua radioagrafia quebrada? Provavelmente, desviaram um aparelho meia boca do Cardoso Fontes, fizeram um conserto pra inaguração e, pronto, depois de inaugurado, já podia quebrar de novo. Ninguém quebra um aparelho com 3 meses de uso, não é possível que estejam dando porrada no aparelho pra ele funcionar. Com 3 meses de uso, um aparelho novo ainda estaria na garantia. E, afinal, pra que serve a UPA? Sem curativo? Deve servir só pra bala perdida e dengue, afinal, essas são as falhas do estado que precisam, de alguma forma, ser compensadas. Talvez se tivesse falado que, assim que caí, comecei a me sentir enjoado e com manchas pelo corpo, tivesse sido atendido.

Agora, será que surge um novo Raphael após bater com a cabeça? Feliz 2009! (sem piadinhas de fatorial)

*ao som de Bezerra da Silva (Pai Véio 171, Se Ligar Doutor, Dando Mole Pra Kojak, Foi o Doutor delegado que disse, A necessidade, Pega eu, Na Rocinham Não tenho Lar e Vingança Cruel)

23 de dez de 2008

Para salvar seus favoritos no Firefox

Eis que você chega, abre seu Firefox boladão que é infinitamente superior ao IEca e, decepção, seus favoritos sumiram ?! Não criemos pânico! Estou colocando isso porque já fui algumas vezes no Google procurar isso, então melhor deixar logo registrado aqui. Este problema maluco, acontece de vez em quando, sem uma explicação plausível (eu ahco que não fiz nada de mais com o meu Firefox, mas enfim...) e tomara que não aconteça no Firefox 3 . Eu continuo aqui usando o meu 2 . alguma coisa, sem ser muito Vista e sem detonar minha conquissão de escada.

O primeiro passo é abrir a pasta onde o Firefox salva o backup dos seus favoritos. Essa pasta é :
C:\Documents and Settings\[ seu usuário no Windows]\Dados de aplicativos\Mozila\Firefox\Profiles . Deve ter uma pasta única. Entrar nela e depois em bookmarkbackups . Só copiar o segundo mais novo (o mais novo é o atual, então não faz sentido) e colar em C:\Arquivos de programas\Mozilla Firefox\defaults\profile , apagar o bookmarks.html que tiver lá e renomear o backup pra bookmarks.html . Prontinho, seu Firefox estará com os favoritos salvos. Só não descobri como recuperar os botões da barra de Favoritos, nesse caso tive que apelar pra um print que tirei uma vez e coloquei um a um de novo. Outra forma é ir em Favoritos > Organizar, no próprio Firefox e importar do arquivo do backup, aí tem que caçar a pasta do backup por lá e selecionar o segundo mais novo. É menos trabalho inclusive.

*ao som de Coldplay (God Put a Smile Upon your face, The Scientist, Clocks, Daylight, Green Eyes, Warning Sign)

21 de dez de 2008

Dream Theater -Beyond This Life

Headline: "Murder, young girl killed
Desperate shooting at Echo's Hill
Dreadful ending, killer died
Evidently suicide."

A witness heard a horrifying sound
He ran to find a woman dead and
Lying on the ground

Standing by her was a man
Nervous, shaking, gun in hand
Witness says he tried to help
But he'd turned the weapon on himself

His body fell across that poor young girl
After shouting out in vain
The witness ran to call for assistance
A sad close to a broken love affair

Our deeds have traveled far
What we have been is what we are

Our deeds have traveled far
What we have been is what we are

She wanted love forever
But he had another plan
He fell into an evil way
She had to let him down
She said, "I can't love a wayward man."

She may have found a reason to forgive
If he had only tried to change
Was their fatal meeting prearranged?

Had a violent struggle taken place?
There was every sign that lead there
Witness found a switchblade on the ground
Was the victim unaware?
They continued to investigate
They found a note in the killer's pocket
It could have been a suicide letter
Maybe he had lost her love

I feel there's only one thing left to do
I'd sooner take my life away
Than live with losing you

Our deeds have traveled far
What we have been is what we are

Our deeds have traveled far
What we have been is what we are

All that we learn this time
(What we have been is what we have leard)
Is carried beyond this life

All that we learn this time
(What we have been is what we have leard)
Is carried beyond this life

Our deeds have traveled far
What we have been is what we are

Our deeds have traveled far
What we have been is what we are

All that we learn this time
(What we have been is what we are)
Is carried beyond this life

All that we learn this time
(What we have been is what we are)
Is carried beyond this life

16 de dez de 2008

Pra espantar a tristeza

Nada como 10 minutos de exercício aeróbio. Liberar a substância da felicidade e espantar a tristeza!
*ao som de Pink Floyd (Pigs (Three Different Ones))

15 de dez de 2008

Just killing Time - Black Label Society

I sit reflecting, I feel end has begun.
It seems my days, now mirror the setting sun.
So many places, that I have been.
This ride that was long, seems so short in terms of now and then.

For all that has been,
And all that is,
And all that's to be.
Lord I'm just killing time, and time's killing me.

Dead man breathing, just taking up space.
Calloused and weathered, like the lines on ones face.
Dead man breathing, my conscience is bare.
The lining of my soul is torn, yet I no longer care.

For all that has been,
And all that is,
And all that's to be.
Lord I'm just killing time, time's killing me.

For all that has been,
And all that is,
And all that's to be.
I'm just killing time, time's killing me

13 de dez de 2008

Coisas que nunca saem do papel

Descobri que, além do Túnel da Grota Funda e da Linha 6 do metrô, uma outra coisa está no papel mas não está na prática. E é algo que eu usaria bastante.

http://cmrj3.cmrj.gov.br/spldocs/pl/2005/pl0498_2005_006317.pdf

Art. 1° Fica o Poder Executivo autorizado a construir uma ciclovia ligando o Bairro do Anil à Barra da
Tijuca.
Parágrafo único. A ciclovia a que se refere este artigo terá inicio no Bairro do Anil cortando os Bairros
de Rio das Pedras, Muzema, Tijuquinha, Itanhangá chegando ao Bairro da Barra da Tijuca.

Interessante, a Lei é de 2006. Atualmente contamos com uma ciclovia muito maltratada, principalmente na Avenida Ayrton Senna (que também é bem precária, apesar da sua importância, ao contrário da Américas, na parte pop da Barra, que é uma maravilha. Enquanto isso, no Recreio, a Américas tem uma poça d'água de estimação). Vai do Bosque da Freguesia até a praia, teoricamente. Na prática, tem muitas descontinuidades...
Na altura da Gardênia, as oficinas usam a ciclovia e a calçada como se fosse um quintal. Na Freguesia, está boa, felizmente.

Essa ciclovia seria uma boa opção, tanto pra lazer quanto pra locomoção. Mas devia ir até a Freguesia, pelo menos. Muitas pessoas, no Rio das Pedras e adjacências, vão de bicicleta para a Freguesia, muitas vezes se arriscando. Além de ciclovia dar um status a mais pra Freguesia, como uma opção de lazer para os moradores dos prédios que aumentam em número. Como sempre digo, o investimento é baixo e dá resultados.

12 de dez de 2008

Metallica kicks asses

Fato 1: Uma mulher pergunta, no ponto de Bonsucesso, qual o ônibus pra ir pra Barra, sendo que ela tava no lado da rua sentido Avenida Brasil.

O cara pra quem ela perguntou avisa que é pra pegar o ônibus do outro lado.

Fato 2: Ela pergunta qual ônibus deve pegar do outro lado. Ele responde: Qualquer um.

Esta pessoa é potencialmente uma desesperada que vai descobrir que o 267 não passa no Barra Shopping. Um dia, as pessoas ainda vão descobrir que existe Itanhangá, Anil, Freguesia... E que a Ayrton Senna não é a única forma de se chegar na Barra.

As pessoas acham que conhecem a Barra, mas não conhecem nada.

E, que irônico, antigamente, quando não existia a antiga Avenida Alvorada, a combinação Estrada da Barra da Tijuca+Estrada do Itanhangá+Estrada de Jacarepaguá era a única opção. E o barquinho, pra ir pra praia. Tempos românticos, em que as pessoas não pegavam o 267 achando que vai passar na Ayrton Senna.

Hoje mesmo, um cara deu sinal em pleno túnel da Covanca depois que descobriu que o 267 "não passa" na Barra. É muito desespero... Fico puto com esses desesperados. Hahahhha... Imagina se o motorista pára dentro do túnel e o cara vai pegar outro ônibus (175, porque as pessoas também simplesmente ignoram o 179, 233, S-20... Ah, tem as pessoas que conseguem pegar dois 175 numa só viajem). No túnel não dá né. Corrige num lugar seguro!!! De uma coisa não posso reclamar, a faculdade me rendeu muitas histórias de pessoas pegando ônibus errado.

*ao som de Metallica (... And Justice for All), Capital Inicial (Algum dia), Oasis (Wonderwall), Tim Maia (Gostava tanto de você)

"Ao amor só é (tão) banal" - frase no bloco H do CT (Como puderam perceber, o título não tem nada a ver com o conteúdo e essa frase entrou do nada aqui. Era pra deixar a frase solta, mas me animei em falar dos que pegam o 267)

30 de nov de 2008

Meu primeiro documento em LaTeX

Fiz um arquivinho em LaTeX consultando as três apostilinhas que tenho aqui (se alguém quiser, pode pedir) e o nosso amigo Google.

Fiz uma capa, tentei imitar uma apostila que eu uso, quem conhece pode conferir, está bem parecida:




Aprendi bastante coisa só com esse trabalinho. Descobri que colocar imagens não é um bicho de sete cabeças como parecia na apostila. Lá, diziam que tinha que transformar a imagem em ps, peguei até um conversor (jpeg2ps) que tinha que rodar em linha de comando e bem esquisito. Mas não era necessário. Adicionando o pacote \usepackage {graphicx} , basta adicionar as imagens usando o ambiente figure e colocando seu nome e extensão da seguinte maneira:

\begin{figure}[bhpt]
\includegraphics[height=1cm]{if.jpg}
\end{figure}

Com estes comandos, eu adicionei a imagem if.jpg com prioridade bhpt de disposição (no final> aqui> em nova página > topo) . As extensões permitidas são jpg, png e pdf. Bom, ainda não vi nenhum motivo pra colocar o ps ou eps , não teve perda alguma de qualidade nas imagens.

A dificuldade maior foi alinhar a imagem de cima com o texto Universidade Federal do Rio de Janeiro \ Instituto de Física. Tive que criar duas colunas, acabei pegando o código pronto, usando o ambiente minipage. Não entendi muito bem por que o meu estava dando errado, eu inverti o begin{figure} e coloquei o begin {center} antes. O que foi feito foi criar duas colunas localmente e não na página ou no documento todo, que tem códigos específicos. Pra isso, usei o minipage. O código que deu certo foi o seguinte:

\begin{figure}[ht]
\begin{minipage}[b]{0.2\linewidth}
\centering
\includegraphics[width=0.5\textwidth]{minerva2.jpg}
\end{minipage}
\hspace{0.5cm}
\begin{minipage}[b]{0.8\linewidth}
\centering
\LARGE{Universidade Federal do Rio de Janeiro\\}
\LARGE{Instituto de Física}
\end{minipage}
\end{figure}

O 0.2 e o 0.8 são a fração do comprimento da página a ser usado e o width=0.5 da imagem é a porcentagem do espaço disponível a ser usado. O código completo foi:

\usepackage[brazil]{babel}
\usepackage[latin1]{inputenc}
\usepackage{amsthm,amsfonts}
\usepackage{graphicx,color}
\usepackage{verbatim}
\usepackage{geometry}
\geometry{a4paper,left=2cm,right=2cm,top=3cm,bottom=3cm}
\begin{document}
\begin{figure}[ht]
\begin{minipage}[b]{0.2\linewidth}
\centering
\includegraphics[width=0.5\textwidth]{minerva2.jpg}
\end{minipage}
\hspace{0.5cm}
\begin{minipage}[b]{0.8\linewidth}
\centering
\LARGE{Universidade Federal do Rio de Janeiro\\}
\LARGE{Instituto de Física}
\end{minipage}
\end{figure}
\begin{center}

\bigskip \bigskip \bigskip \bigskip \bigskip \bigskip
\bigskip \bigskip \bigskip \bigskip \bigskip \bigskip
\bigskip \bigskip
\Huge{\textsc{física}}

\Huge{\textsc{experimental III}}
\end{center}
\begin{center}
\bigskip \bigskip \bigskip \bigskip \bigskip \bigskip
\bigskip \bigskip \bigskip \bigskip \bigskip \bigskip
\large{\text2008-1}
\end{center}
\begin{figure}[bhpt]
\begin{center}
\bigskip \bigskip \bigskip \bigskip
\bigskip \bigskip \bigskip \bigskip
\includegraphics[height=1cm]{if.jpg}
\end{center}
\end{figure}
\end{document}
Fiquei muito feliz! Mas ainda falta muito, isso foi só uma capa, tem muitas coisas bizarras ainda a fazer com o LaTeX. E hoje, finalmente fez Sol! Hoje é dia de torcer pelo Fluminense e pelo Grêmio! Hexa é o caralho. E, coitado do Vasco, provavelmente hoje, cai. Torço pra que não caia, apesar de ser um time fedorento.

29 de nov de 2008

Volkswagen - Recall

Mais um recall da Volkswagen. Depois da catástrofe da linha Fox, agora o problema é pouco mais ameno, mas traz erro de fábrica em uma série de carros (Polo hatch, SpaceFox) , inclusive os novos Voyage e Gol. O erro é na lanterna nos carros com farol de milha de série, na cor das lentes, podendo fazer com que o carro cause a impressão que está de ré no motorista de trás. Pelo menos, dessa vez, não arranca dedos, mas me causou muita decepção.

Sempre critiquei a GM numa época de vários recalls. Agora a Volks fazendo esses recalls... Desse jeito, vou ter que arrumar outra pra favorita. Vou ter que adotar a Pegeout como favorita e seus carros com traços femininos... Talvez a Audi ou a Chrysller, mas são meio poderosas demais, e a Audi é da Volks...

Que seja apenas uma decepção passageira, que tem em todo relacionamento. E que não venham mais recalls por aí...

Notíça: http://odia.terra.com.br/auto/htm/volkswagen_convoca_proprietarios_de_carros_para_recall_214593.asp

*ao som de Foo Fighters (Stacked Actors, Breakout, Learn to Fly, Gimme Stitches, Generator, Aurora)

28 de nov de 2008

Capital Inicial - Algum dia

Ninguém nunca te disse
Como ser tão imperfeito
Você tem tão pouca chance
De alcançar o seu destino
É fácil fazer parte
De um mundo tão pequeno
Onde amigos invisíveis
Nunca ligam outra vez
Talvez até porque
Ninguém ligue pra você

Se você quer
Que eu feche os olhos
Pra alguém que foi viver
Algum dia lá fora
E nesse dia
Se o mundo acabar
Não vou ligar
Pra aquilo que eu não fiz

Faz muito pouco tempo
Aprendi a aceitar
Quem é dono da verdade
Não é dono de ninguém
Só não se esqueça que atrás
Do veneno das palavras
Sobra só o desespero
De ver tudo mudar
Talvez até porque
Ninguém mude por você

23 de nov de 2008

Chinese Democracy

Hoje é o dia que nunca achei que ia chegar (The Day that never Comes). Segundo vi no MusicSharing4all , hoje foi lançado pelo Guns 'n Roses (sobrou alguém ainda?) o lendário álbum que nunca era lançado, o Chinese Democracy. Muitas coisas mudaram, surgiu o Velvet Revolver, lançaram várias versões fake em download na internet, o Offspring ameaçou lançar um álbum com nome de Chinese Democracy... Mas hoje, finalmente foi lançado. E poderemos comprar. Bom, eu tenho até um CD fake aqui, mas não cheguei a prestar muita atenção, a música Chinese Democracy que o Axl já havia cantado ao vivo, eu gostei. Dia 23 de Novembro, agora, pode ser conhecido como o Dia de São Nunca.



http://musicsharing4all.blogspot.com/2008/11/guns-n-roses-chinese-democracy2008_19.html

*ao som de Metallica (...And Justice for All e Seek and Destroy)

22 de nov de 2008

The Beatles - I Wanna hold your hand

Oh yeah, I´ll tell you something
I think you´ll understand
When I say that something
I wanna hold your hand
I wanna hold your hand
I wanna hold your hand

Oh, please, say to me
You´ll let me be your man
and please, say to me

You´ll let me hold your hand
Now let me hold your hand
I wanna hold your hand

And when I touch you i feel happy, inside
It´s such a feeling
That my love
I can't hide
I can't hide
I can't hide

Yeah you, got that something
I think you´ll understand
When I say that something
I wanna hold your hand
I wanna hold your hand
I wanna hold your hand

And when I touch you I feel happy, inside
It´s such a feeling
That my love
I can't hide
I can't hide
I can't hide

Yeah you, got that something
I think you´ll understand
When I feel that something
I wanna hold your hand
I wanna hold your hand
I wanna hold your hand.

21 de nov de 2008

Escolas de Verão da PUC e do IMPA

Só pra constar aqui e divulgar para meu imenso público de 0 pessoas

Escola de Verão da Física da PUC-Rio - http://escolaverao2009.fis.puc-rio.br/
Cursos que eu me interessei:
C01- Sistemas nanoscópicos (Enrique Anda)
C02- altas energias No LHC (Carla Göbel)
C05- MICROSCOPIA DE FORÇA ATÔMICA (Rodrigo Prioli)
C10- Eletrônica Orgânica (Marco Cremona)
C11- espectroscopia de elétrons (Marcelo Huguenin)
C12- Sistemas complexos (Celia Anteneodo)

Palestras interessantes:
P01 - SQUIDs e Nanopartículas Magnéticas (Antonio Carlos)
P04- Química Quântica na Física dos Materiais (Maria Matos)
P05- Radioatividade Natural (Kenya Dias da Cunha)
P06- Pontos Quânticos: Propriedades e Aplicações Nanotecnológicas (Maria Augusta Davidovich)
P11- A Iluminação de Estado Sólido (Fernando Ponce, Arizona State University, USA)

Não sei se vou fazer todos. (As palestras, não dá pra fazer todas). Aliás, é possível que não entenda nada da maioria.

Meu horário:


Outra boa é no IMPA - http://www.impa.br/opencms/pt/ensino/calendario_2009/verao.html

Estava pensando em fazer o curso de Probabilidade (2a, 4a e 6a,08:00 às 10:00, Sala 224) de 05 de janeiro a 27 de fevereiro. Já vi que um vai entrar na outra. E agora? Talvez eu mate umas aulinhas. Fazendo a inscrição pra PUC nesse momento. Antes que seja tarde demais!

*ao som de Capital Inicial (Eu e minha Estupidez, Diferentes e O Imperador) e AC/DC (Hell's Bells)

18 de nov de 2008

O dia do Engarrafamento Final

Esse vale nota. Ontem levei 4 horas pra chegar em casa. Foi emocionante ver carros na contra-mão, carros pegando o acesso de entrada na linha amarela pra sair, de ré. Tentativa de reversível de emergência (não sei se chegaram a abrir). Andamos no túnel, mas paramos um pouco a frente da saída da Pau-Ferro (eu pensei que o motorista ia pegar a Pau-Ferro, ele freiou mas decidiu seguir em frente). Então, uma parte dos passageiros, inclusive eu, descemos e seguimos a pé. Andei 4,6 km (superei meu recorde anterior de 4,5 km até a Vila do Pan)

E tudo isso, culpa de quem, de quem, de quem???? Ruas algadas... Bueiros entupidos... Papéis entupindo os bueiros... Tudo culpa do Eduardo Paes, que fez sua campanha com um monte de papelzinho que foram jogados nas ruas e entupiram os bueiros! Que não deram vazão a chuva.

16 de nov de 2008

Patente e Giant Donut

Só pra constar minha frase genial

Se 2 é 10, 3 é 11

Gênio, Gênio... 1 é pouco, 2 é 10, 3 é 11, a anterior é melhor...

Aproveitando o post aleatório, vou colocar um print do Treehouse of Horror VI, no episódio Attack of the 50ft eyesores , depois do Homer parar de olhar para o monstro do Lard Lad Donut e sua rosquinha gigante com springles. Kang e Kodos esperam por uma carona da Rosquinha Gigante (ahhhhhh Colossal Donut ...) para a capital da Terra.


Kang: Remember the story: we're newlyweds on our way to Earth Capital
(Donut passa)
Kang: Shazbot!

Everything's not lost - Coldplay

When I'm counting up my demons.
Saw there was one for every day.
With the good ones on my shoulder,
I drove the other ones away.

So if you ever feel neglected,
If you think all is lost,
I'll be counting up my demons, yeah,
Hoping everything's not lost.

When you thought that it was over,
You could feel it all around,
And everybody's out to get you,
Don't you let it drag you down.

Cos if you ever feel neglected,
And if you think that all is lost,
I'll be counting up my demons, yeah.
Hoping everything's not lost

If you ever feel neglected,
If you think that all is lost,
I'll be counting up my demons, yeah,
Hoping everything's not lost.

Life is for living

Now I never meant,
To do you wrong,
That’s what I came here to say.

But if I was wrong,
Then I’m sorry,
I don’t let it stand in our way.

As my head just aches,
When I think of,
The things that I shouldn’t have done.

But, life is for living,
We all know,
And I don’t wanna live it alone.

Sing,
Ah, ah, oh,
And just think,
Ah, ah, oh.

Live 2003 do Coldplay é ótimo.

14 de nov de 2008

Treehouse of Horror V

Musiquinha legal de um dos episódios mais malucos dos Simpsons. O pesadelo é com os professores comendo os alunos e a realidade é uma fumaça que vira as pessoas do avesso.
Nota mental: Upar a música-tema dos Simpsons com efeitos de extra-terrestre (Kang & Kodos).
One!  Chorus line of people, dancing till they make us stop
Too! Many dancing people, covered with blood, gore, and glop.
Just one sniff of that fog and you're inside out:
It's worse than that flesh-eating virus you're read about!
Vital organs, they are what we're dressed in,
The family dog is eyeing Bart's intestine.
Happy Halloween!

Roubado de http://www.snpp.com/episodes/2F03.html

12 de nov de 2008

Que país é esse?

Pelo menos quatro pessoas morreram e cinco ficaram feridas, entre elas dois policiais civis, durante uma operação policial no Complexo Pavão-Pavãozinho-Cantagalo, em Copacabana e Ipanema, na Zona Sul do Rio. No confronto, policiais civis cercaram o escritório das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na Ladeira Saint Roman, dentro do terreno de uma igreja ortodoxa, no Morro Pavão-Pavãozinho, em Copacabana. Segundo as primeiras informações, houve intensa troca de tiros dentro do escritório, no primeiro andar do prédio, por cerca de 20 minutos. A polícia teria recebido a informações que os traficantes estariam escondidos no escritório.

Os policiais aguardam um rabecão para retirar os corpos de três traficantes que estão dentro do escritório do PAC. Moradores revoltados tentaram invadir o escritório. Para conter a multidão, os policiais deram tiro para o alto e lançaram spray de pimenta. Os moradores reagiram quebrando dois carros da Polícia Civil. O clima continua tenso no local.

(...)

De http://oglobo.globo.com/rio/mat/2008/11/12/policia_faz_operacao_no_complexo_pavao-pavaozinho-cantagalo-586365474.asp

Achei interessante o fato de os moradores terem se revoltado contra a Polícia e quebrado seus carros. Vai ver isso seja o certo. Vai ver queimar ônibus seja uma boa forma de se expressar. O ônibus, principalmente, que não tem nada a ver com a história. Nem a empresa. Nem o passageiro. Ninguém... Depois, ficam dizendo que há muito preconceito contra a favela. Esses fatos parece que não ajudam muito a aliviar a imagem... Seriam essas pessoas moradores ou bandidos?

8 de nov de 2008

Nascer do Sol

A recompensação para a noite não dormida, o cansaço, o tédio, o perigo e tudo mais... Uma bela vista do nascer do Sol. Muito bonito. De repente, da escuridão, surgem as ilhas, as Cagarras e companhia, sendo iluminadas, começando a poderem ser vistas onde antes só se via o breu. E então, surge o degradê do mar, vai surgindo a vida nas ruas.
O nascer do Sol foi uma coisa muito bonita de se ver. Então, chegou a hora de voltar para casa.

Imagem do Google:

6 de nov de 2008

Eduardo Gênio do Trem (ou Eduardo Paes fuma maconha)

Eduardo Gênio do Trem (ou Eduardo Paes fuma maconha)

Alguém, por favor, avise ao Eduardo que não vai ter Terceiro Turno e que ele já está eleito. Parece que ele não acreditou ainda porque ele continua prometendo pra valer. E cada coisa mirabolante... A mais nova novidade (deve ter alguma mais nova, mas a última que eu soube) é a sensacional idéia de colocar o trem pra debaixo da terra em alguns lugares. Eduardo tem que parar de ficar curtindo esses baseados. Eduardo, vai tomano cu idado com esse pessoal do tóchico, esses fornecedores aí, é tudo bandido em.

Eduardo já deixou claro, na primeira entrevista, que a aprovação automática que ele disse que ia acabar vai continuar. Vão inventar uma forma amena de dizer que todo mundo passa, mas a reprovação em si não vai ter. Uma semana antes, ele dizia que era um absurdo as crianças passarem sem aprender, e depois ele disse que o absurdo é não ter avaliação. E não precisa ficar preocupado com a evasão, ninguém vai ser reprovado, vão pra aula de apoio. A escola do Eduardo vai ser uma beleza. Uma bela escola teórica onde todos os alunos estão interessados em aprender e onde os professores podem contar com a base dos anos anteriores dos alunos.

Depois, teve que decidir onde ia morar. Logo pensei, "é óbvio que ele vai escolher Costa Barros, futuro melhor bairro do Rio". Não ia ter problema de transporte, engarrafamentos, insegurança. Mas, incrivelmente, parece que ele escolheu a Gávea. E nem pra pegar os engarrafamentos da Auto-Estrada Lagoa-Barra ou a teórica linha 4 do metrô...

Agora, ele disse que acha muito feio os bairros estarem divididos pela linha do trem. É muito ruim que Madureira tenha um lado residencial e mais tranqüilo e outro em pleno caos, com seu exército de camelôs e papeizinhos, é injusto isso. Os dois lados têm que ser caóticos. O progresso deve chegar a todos os lugares, e as pessoas não devem ter o direito de ter um canto sossegado num bairro agitado. O projeto é o seguinte, mergulhar a linha do trem em alguns bairros (Madureira e Méier, citou o jornal Extra) de maneira que os dois lados da linha do trem possam se entrosar. Segundo Eduardo, o custo seria quase nenhum para a prefeitura e quem pagaria seriam os interessados em abir coisas no espaço do mergulhão. Ele bem que podia dedicar seu tempo livre que ainda tem e seus neurônios que ainda tem (se continuar fumando erva, vai acabar detonando seus neurônios) para idéias mais interessantes.

Aí fica esse povo votando em candidato maconheiro, dá nisso.

*ao som de Scorpions (Rhytm of Love), Van Halen (Good Enough, Why Can't The Be Love), Coldplay (A Spell A Rebel Yell, Life in Technicolor, Cemeteries of London e Lost!)

PS: Em tempo, a distribuição de cargos aos amigos de Eduardojá começou. Jandira Feghalli secretária da Cultura. Pelo menos Saúde e Transportes, não foram frutos de troca de favores políticos. Mas e a Educação? Esse assunto secundário, ah ele deve dar pra qualquer um aí que deu uma força pra ele no segundo turno. Quem sabe o Pastor Malaquias? É Pastor Malaquias da Educação, minha gente!

PS Two: Jingle do Pastor Malaquias
É no Pastor que eu voto
É com o Pastor que eu vou...
É Pastor Malaquias! O Pastor do Senhor!

2 de nov de 2008

Grande Prêmio do Brasil - Autódromo José Carlos Pace

Corrida chata. Quase dormi. Mas no final, valeu a pena. Veio a chuva, a maioria trocou o pneu mas alguns arriscaram. Hamilton estava ganhando o campeonato quando o promissor Vettel (esse tem futuro) o ultrapassou. Kubica, com seu pneu pra seco, também ultrapassou (esteve péssimo a corrida toda e ainda conseguiu perder o terceiro lugar no campeonato) mas era retardatário. E então, Galvão torceu muito pelo Vettel. E eu já puto. Aí eu disse tomara que caia um toró logo de uma vez. Depois, vejo Hamilton e Vettel ultrapassando um carro, não entendi muito bem. Depois consegui identificar, o Glock foi ficando pra trás. A chuva apertou e o pneu seco não deu conta. Foi ultrapassado e Hamilton conseguiu o mínimo pra traçar o campeonato, pela diferença de UM mísero pontinho. Hamilton não precisou passar o Vettel.

Classificação Final do Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2008:
1.º - Lewis Hamilton (ING/McLaren) 98
2.º - Felipe Massa (BRA/Ferrari) 97
3.º - Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) 75
4.º - Robert Kubica (POL/BMW-Sauber) 75
5.º - Fernando Alonso (ESP/Renault) 61
6.º - Nick Heidfeld (ALE/BMW-Sauber) 60
7.º - Heikki Kovalainen (FIN/McLaren) 53
8.º - Sebastian Vettel (ALE/Toro Rosso) 35
9.º - Jarno Trulli (ITA/Toyota) 31
10.º - Timo Glock (ALE/Toyota) 25
11.º - Mark Webber (AUS/Red Bull) 21
12.º - Nelsinho Piquet (BRA/Renault) 19
13.º - Nico Rosberg (ALE/Williams) 17
14.º - Rubens Barrichello (BRA/Honda) 11
15.º - Kazuki Nakajima (JAP/Williams) 9
16.º - David Coulthard (ESC/Red Bull) 8
17.º - Sebastien Bourdais (FRA/Toro Rosso) 4
18.º - Jenson Button (ING/Honda) 3
19.º - Giancarlo Fisichella (ITA/Force India) 0
20.º - Adrian Sutil (ALE/Force India) 0
21.º - Takuma Sato (JAP/Super Aguri) 0
22.º - Anthony Davidson (ING/Super Aguri) 0
Roubado de http://www.estadao.com.br/esportes/not_espf12008c,0.htm

Até agora não entendi como o Fisichella passou o Hamilton na primeira série de PIT Stops. Esse Vettel promete grandes emoções no futuro. Não sei na próxima temporada, mas quem sabe em 2010. Com a visibilidade que ele conseguiu, vai conseguir lugar numa grande e disputar um título. Eu achava que isso ia acontecer com o Rosberg, mas ele desapareceu. Kubica parece ter futuro também, mas foi meio chato. Pareceu que ganhava pontos pela insistência do que pela garra, às vezes muito apagado. Torci por ele por ser zebra. E conseguiu colocar a BMW em boas posições. Cedo pra julgar, talvez seja menos apagado e mais emocionante com a evolução da BMW. Acredito que a BMW vá melhorar bastante. Assim como a Toyota. A Renault, ano que vem, volta a disputar o campeonato. Provavelmente, sem o Piquet. Barrichello deve ir pra geladeira. E Massa? Deve ser campeão ano que vem. Com umas duas ou três corridas de antecedência. Sem muita dificuldade, sem emoções. Que chatice!

Bom, terminada a Fórmula 1, falta o Brasileirão (Flamengo fez o favor de sair da briga pelo título) e depois, é só "Já é Natal" até o Fim do Ano. E a musiquinha Hoje a Festa é Sua. E aquela chatice de "Adeus Ano Velho". Acho que já estou começando a sentir o Espírito Natalino entrando em mim. Ah, hoje é dia de Finados. Estranho, com sol. Até a próxima.

GP Brasil - Grid

1. Felipe Massa - Ferrari, 1min12s368
2. Jarno Trulli - Toyota, 1min12s737
3. Kimi Räikkönen - Ferrari, 1min12s825
4. Lewis Hamilton - McLaren, 1min12s830
5. Heikki Kövalainen - McLaren, 1min12s917
6. Fernando Alonso - Renault, 1min12s967
7. Sebastian Vettel - Toro Rosso, 1min13s082
8. Nick Heidfeld - BMW, 1min13s297
9. Sebastien Bourdais - Toro Rosso, 1min14s105
10. Timo Glock - Toyota, 1min14s230
11. Nelsinho Piquet - Renault, 1min12s137
12. Mark Webber - Red Bull, 1min12s289
13. Robert Kubica - BMW, 1min12s300
14. David Couthard - Red Bull, 1min12s717
15. Rubens Barrichello - Honda, 1min13s139
16. Kazuki Nakajima - Williams, 1min12s800
17. Jenson Button - Honda, 1min12s810
18. Nico Rosberg - Williams, 1min13s002
19. Giancarlo Fisichella - Force India, 1min13s426
20. Adrian Sutil - Force India, 1min13s508

Roubado de http://f1.tudoagora.com.br/noticia/10350/Confira-o-grid-de-largada-completo-do-GP-Brasil.html

Hoje, vou torcer pelo Lewis. Uma pena ele não ter feito um tempo melhor e esse Trulli aí surgiu do inferno (segundo o Galvão, ele está com uma gota de combustível hahaha). Vamos lá, o sexto já garante, então o quarto já tá bom. Tem que fugir da confusão do começo.

*ao som de AC/DC - Hell's Bells

1 de nov de 2008

Ironias

Enquanto o Gabeira, aquele que lutou contra a sujeira na política na Câmara de Deputados, não conseguiu se eleger prefeto, Severino Cavalcanti, o nosso Severino, a sujeira da câmara contra a qual o Gabeira lutou, se elegeu prefeito.

Tudo bem que devemos levar em conta as devidas proporções. Gabeira se candidatou a uma das cidades mais importantes do país e Severino terá a prefeitura apenas de uma cidade do interior. Mas posso imaginar o estrago que ele fará por lá. E não vai chamar a atenção. Afinal, quem vai dar atenção a nepotismo e desvios numa cidadezinha do interior. Afinal, iso é feito sistematicamente no país todo, em todas as cidadezinhas.

Mas, mesmo levando em consideração as proporções, isso só reforça a ignorância do voto do brasileiro. E da próxima vez que tiver eleição com o Crivella, meu voto já é dele. Já que é palhaçada, vamos escolher o pior logo de uma vez. Assim, se destrói tudo de uma vez e quem sabe, as pessoas se manquem? Fora aquele círculo da ignorância e do voto que é difícil quebrar. Talvez se o Enéas tivesse um minuto na televisão? Agora, será que teremos que aturar Garotinho presidente de novo? Reflito o quão ridículo é isso, não se devia nem cogitar a candidatura dele. Infelizmente, nessa terra, ele é uma força política e os outros com um nível um pouco maior de seriedade têm que respeitar e negociar.

Agora, é Gabeira senador. Ou será presidente?

PS: Não dou um mês pro Eduardo brigar com o Cabral.

30 de out de 2008

Mudando o orcute

Antes de mais nada, pense sobre isso:
Tens 1000, acrescenta-lhe 40. Acrescenta mais 1000. Acrescenta mais
30
e
novamente 1000. Acrescenta 20. Acrescenta 1000 e ainda 10.
Qual e o total? Vá pensando, desça!
------------------------------------
Coldplay - Cemeteries of London
At night they would go walking ‘till the breaking of
the day,
The morning is for sleeping...
Through the dark streets they go searching to see God
in their own way,
Save the nighttime for your weeping...
Your weeping...

Singing la lalalalala la lê...
And the night over London lay...

So we rode down to the river where the toiling ghosts
spring,
For their curses to be broken...
We'd go underneath the arches where the witches are in
the saying,
There are ghost towns in the ocean...
The ocean...

Singing la lalalalala la lê...
And the night over London lay...

God is in the houses and God is in my head... and all
the cemeteries in London...
I see God come in my garden, but I don't know what he
said,
For my heart it wasn't open...
Not open...

Singing la lalalalala la lê...
And the night over London lay...

Singing la lalalalala la lê...
There's no light over London today...
----------------------------------------

"Quando uma criança diz: 'Quero ser astronauta', os pais não dizem: 'está bem... Trabalhe para isso!' Dizem: 'Por favor, você nunca será um astronauta'
Temos a tendência de dizer aos outros que não podem fazer algo só porque nós não podemos fazer" - Gabriele Muccino

"I think I can safely say that nobody understands quantum mechanics." - Richard Feynman

"Yo no creo en brujas pero que las hay... las hay"

"Physics isn't the most important thing. Love is." - Richard Feynman

Para muitos problemas na vida, o dinheiro é a solução. Para todos os outros, existe a matemática.

"Mas é preciso ter manha
É preciso ter graça
É preciso ter sonho sempre
Quem traz na pele essa marca
Possui a estranha mania
De ter fé na vida"

"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios" - "Por isso cante, chore, dance e viva intensamente antes que a cortina se feche"
-----------------------------
Sobre a pergunta, a resposta é 5000 né? Pois é, você errou. Confira com a calculadora! Dá 4100, espertalhão. Pense bem...
[Cérebro.exe executou uma operação ilegal e teve de ser fechado...]
-------------------------------
Love is all We need

† 30/10/2008

26 de out de 2008

Vergonha de ser carioca

Eduardo Paes ganhou o segundo turno. Decepcionante. Da próxima, voto no Crivella e até faço campanha. Assim acaba com a cidade de vez. E não fico acreditando que os cariocas podem ter algum QI. Mas foi por muito pouco, que danação. Alguns nicks revoltados:

de mudança pra Costa Barros, futura zona sul diz (20:07):
Eduardo Paes, o pai dos suburbanos diz (20:08):
Lucas ;* AE EDUARDO PAES.. VAMOS CONTRUIR MAIS UPAS.. PRA RECEBER NOSSOS BANDIDOS E POLICIAIS BALEADOS...!!! diz (19:56):
Parabéns, Rio de Janeiro, por ter 50,82% de imbecis morando em seu território! disse:
CARIOCAS BURROS IDIOTAS E IMBECÍS... MORRAM NESSAS UPAS DE MERDA diz (19:21):

Parece que o Eduardinho ganhou com a ajuda de pessoas que viajaram pro feriadão. Podia ter sido uma vitória e tanto, apesar das calúnias, do jogo de zonas, do jogo de elites. Todas as jogadas desprezíveis da política. O povo carioca podia ter dado uma aula de Agora, só nos resta aturar quatro anos de pra lá e pra cá. E tentar fazer o Eduardo cumprir com algo que prometeu. Aliás, o site da campanha foi apagado assim que ele foi eleito, pra ninguém mais ler as propostas que ele não vai cumprir. Com a ajuda do Sérgio Cabral.

Tive que aturar pessoas (inclusive meu pai, aposto que ele, dia 2 de Janeiro, vai tá reclamando do Eduardo Cabral) falando que vota em Gabeira quem fuma e cheira, que Gabeira era a favor da prostituição. Ignorância. Falta de vontade de entender. Falta de inteligência. Como eu disse, não que seja verdade, mas fica bonito: Gabeira é a favor da maconha e da prostituição. Eduardo é a favor do traficante e do cafetão. Eduardo Paes disse que ia remover favelas no primeiro turno e assinou acordo pra não remover favelas e não tirar camelôs. Então, vamos fazer logo uma favela no Corcovado ou no Pão de Açúcar, ele não vai remover.




Eduardo Paes, curtindo numa boa, após fumar um baseado

Só quero ver, daqui a 4 anos, Costa Barros com o IDH da Suíça. Uma UPA em cada bairro, que serão aos poucos rebaixadas a bairro de pobre, cada UPA com seus camelôs. Como diz Kent Brockman, do Canal 6, nos Simpsons, no episódio do Cometa do Bart (Sexta temporada), "a democracia simplesmente não funciona" (I've said it before, and I'll say it again: democracy just doesn't work).

23 de out de 2008

Eleições, parte 2

Continuando o tópico Vote Com Ciente , novamente num apelo dispensável e postado por simplesmente por terapia ou coisa assim, seguindo sempre a Lei de Drake, como expliquei anteriormente.

As pesquisas apontam uma virada de Eduardo Paes, ainda tem empate técnico, mas essa vantagem, mesmo que não signifique nada, me deixa preocupado. O sonho não pode acabar assim. Não que eu não goste do Eduardo Paes (apesar de ele está me fazendo não gostar com a campanha dele), mas prefiro o Gabeira. Gabeira dá esperanças de mudança, quer enfrentar os subpoderes, tem pulso pra isso. E o Eduardo Paes, pra mim, é continuar do jeito que tá.

Eduardo Paes fez acordo com todos que podia pra poder ganhar a eleição. Ele quer a todo custa ganhar. Virou uma obsessão. Quem sabe ele não faria um acordo com o capeta se fosse pra ganhar a eleição? Ele falava mal do Lula e agora aparecem juntos, amiguinhos na campanha. Eduardo se apóia muito na parceria com o estado. E se ele brigar com o Serginho? Ficamos na merda de vez? Provavelmente vai ter algum tipo de pirraça, como sempre teve. "Ah, isso não é culpa minha, é do estado..." O governador e o prisidente têm a obrigação de trabalhar em conjunto com o prefeito, seja quem for. São vidas que se tá falando, não dá pra fazer charminho quando estamos falando da administração de uma cidade.

Eduardo Paes usou essa palhaçada de subúrbio versus zona sul. E o melhor, na propaganda dele, um cara fala que ele vai ser o governador dos dois lados do túnel. Bom, provavelmente este túnel é o Rebouças. A parte boa é que eu não moro nem antes nem depois do rebouças. Eu moro à esquerda da Pedra da Gávea, assim como todos da Zona Oeste. Ficaremos esquecidos? Acredito que não, Eduardo Paes foi subprefeito de Jacarepaguá e Barra. Mas não posso deixar de mostrar meu desprezo por essa propaganda. E por qualquer apelação pra rivalidades entre moradores da mesma cidade.

Um detalhe bem interessante foram as promessas do Gabeira. Principalmente a de não agredir nem sujar a cidade. Isso mostra caráter, seria um grande avanço se uma campanha assim ganhasse. Quem sabe a moda não pega? Estava acreditando que o povo carioca ia mostrar maturidade na hora de votar, mas estou me desiludindo. Ainda que as pesquisas não apontem nada, mas essa propaganda negativa toda foi muito forte. Mas ainda acredito que o povo carioca mostre que sabe identificar calúnias e vai prestigiar a campanha de alto nível do Gabeira. Torço pra isso. Tenho esperança.

Eduardo Paes se mostrou muito maleável. Ontem falava mal de Lula. Hoje é seu amigo. Fez parceria com a candidata que falava mal dele, a Jandira. Fez pacto com o Crivella. Hoje ele está do seu lado. Mas e dia primeiro de Janeiro?

Mais uma vez:
Ele subiu o morro sem gravata
Dizendo que gostava da raça
Foi lá na tendinha
Bebeu cachaça
Até bagulho fumou
Jantou no meu barracão
E lá usou
Lata de goiabada como prato
Eu logo percebi
É mais um candidato
Para a próxima eleição
Ah! E lá usou!
Lata de goiabada como prato
Eu logo percebi
É mais um candidato
Para a próxima eleição...

Eeeeeeeeeeeeh!
Ele fez questão
De beber água da chuva
Foi lá no terreiro
Pedir ajuda
E bateu cabeça no gongá
Mas ele não se deu bem
Porque o guia
Que tava incorporado
Disse esse político é safado
Cuidado na hora de votar...

Também disse:
Meu irmão se liga
No que eu vou lhe dizer
Hoje ele pede seu voto
Amanhã manda a polícia
Lhe bater
Podes crer!
Meu irmão se liga
No que eu vou lhe dizer
Hoje ele pede seu voto
Amanha manda a polícia
Lhe bater...

Ele subiu o morro sem gravata
Dizendo que gostava da raça
Foi lá na tendinha
Bebeu cachaça
Até bagulho fumou
Jantou no meu barracão
E lá usou
Lata de goiabada como prato
Eu logo percebi
É mais um candidato
Para a próxima eleição
Ah! E lá usou!
Lata de goiabada como prato
Eu logo percebi
É mais um candidato
Para a próxima eleição...

Eeeeeeeeeeeeh!
Ele fez questão
De beber água da chuva
Foi lá no terreiro
Pedir ajuda
E bateu cabeça no gongá
Mas ele não se deu bem
Porque o guia
Que estava incorporado
Disse:
Esse político é safado
Cuidado na hora de votar...

Também disse:
Meu irmão se liga
No que eu vou lhe dizer
Hoje ele pede seu voto
Amanhã manda os "home"
Lhe bater
Podes crer!
Meu irmão se liga
Porque eu vou lhe dizer
E depois que ele for eleito
Dá aquela banana prá você
Podes crer!

Meu irmão se liga
No que eu vou lhe dizer
Hoje ele pede seu voto
Amanhã manda a polícia
Lhe prender
Podes crer!
Meu irmão se liga
No que eu vou lhe dizer
E depois que ele for eleito
Não arruma emprego
Prá você!

6 de out de 2008

Conseqüências mediovágeis das eleições

Lista dos vereadores eleitos:

Lucinha (PSDB) - 68.799

Rosa Fernandes (DEM) - 63.259

Stepan Nercessian (PPS) - 50.532

Alfredo Syrkis (PV) - 47.729

Clarissa Garotinho (PMDB)- 42.062

Chiquinho Brazão (PMDB) - 37.845

S. Ferraz (PMDB) - 34.546

Jorge Pereira (PTdoB) - 33.280

Aspásia Camargo (PV) - 31.880

Teresa Bergher (PSDB)- 31.375

Andrea Gouvea Vieira (PSDB) - 28.213

Carlos Bolsonaro (PP/PSL) - 28.209

Eider Dantas (DEM) - 27.718

Dr. Carlos Eduardo (PSB/PCdoB) - 27.297

Marcio Pacheco (PRP/PSC) - 26.932

Aloisio Freitas (DEM) - 26.545

Tio Carlos (DEM) - 25.382

Jorge Felippe (PMDB) - 24.480

Dr. Jairinho (PRP/PSC) - 23.880

Vera Lins (PP/PSL) - 23.528

Luiz Antonio Guaraná (PSDB) - 23.476

Jorge Braz (PTdoB) - 23.157

Carminha Jerominho (PTdoB) - 22.068

Patricia Amorim (PSDB) - 21.140

Paulo Pinheiro (PPS) - 20.936

Joao Mendes de Jesus (PRTB/PRB) - 20.005

Fernando Moraes (PR) - 19.762

Nereide Pedregal (PDT) - 19.562

Carlo Caiado (DEM) - 19.042

Jorginho da S.O.S (DEM) - 18.557

Renato Moura (PTC/PMN) - 18.012

João Cabral (DEM) - 17.790

Alexandre Cerruti (DEM) - 17.142

Liliam Sá (PR) - 15.742

Tânia Bastos (PRTB / PRB) 15.742

Eliomar Coelho (PSOL/PSTU) - 15.703

Cristiane Brasil (PTB) - 14.583

Prof. Uoston (PMDB) - 14.282

Roberto Monteiro (PSB/PC do B) - 14.061

Dr. Jorge Manaia (PDT) - 14.040

Leonel Brizola Neto (PDT) - 12.988

Rubens Andrade (PSB/PC do B) - 11.989

Adilson Pires (PT) - 11.555

Claudinho da Academia (PSDC) - 11.513

Elton Babú (PT) - 11.279

Reimont (PT) - 10.723

Cristiano Girão (PTC/PMN) - 10.445

Ivanir de Mello (PP/PSL) - 6.413

Carlos Bencardino (PRTB/PRB) - 5.361

Paulo Messina (PV) - 5.201

Marcelo Piui (PTN/PHS) - 3.200

Fonte: O Globo

Destaque para a ausência do Nadinho de Rio das Pedras, que, apesar de seus quase 17 mil votos, não conseguiu se eleger. Nunca entendi essa divisão das vagas, só sei que quanto mais votos o partido tem, mais chance tem um dos primeiros colocados do partido entrarem. Pra quem tiver disposição e presença de espírito, pode tentar aprender aqui. Achava que era burrice o Girão se candidatar por um partido pequeno e malandragem o Nadinho ir pelo partido grande, mas parece que foi o contrário. O pequeno partido de Girão se aliou à alguma vonte de votos (um partido maior) e como Girão foi o mais votado pelo partido dele, ficou com a vaga. Nadinho, porém, ficou sem vaga porque foi o décimo mais votado do DEM, ex-PFL, que teve bastante vaga, mas mais gente recebeu mais voto que Nadinho e roubaram sua vaga. Apesar do Nadinho não ter ido, entrou a seguinte quadrilha: Jerominha (presa, leia Carioca elege até candidato preso), Tio Carlos (pra mim é bandido), Girão, Garotinha (8 anos não fizeram aprender a lição), Brazãozinho (acho que o Brazãozão já se envolveu com coisas também), Babúzinho (filho do Babú, envolvido com troço na Zona Oeste Oeste), Claudinho da Rocinha e a filha do Roberto Jefferson, a Brasil (não dá pra entender). Gostaria de conhecer os mentecaptos que votaram na filha do Garotinho. As pessoas devem ter vergonha de revelar isso, queria esganar um, foi uma das mais votadas (quinta mais votada). Será que as pessoas, vendo essa Câmara, sabendo que isso aconteceu, será que não vão reclamar dos vereadores já antes de eles começarem a trabalhar? Falar que só tem vereador ruim. Sabemos disso, mas alguém elegeu eles. Eu que não fui. E a Maria Chupetinha não entrou... Ahhhh!

*ao som do Back in Black (Ac/Dc)

5 de out de 2008

Meu jingle

Muito satisfeito em saber que o Crivella rodou e que o Gabeira passou ao segundo turno. Não vou votar, então, no Paes no segundo turno. Há esperança.

Minha votação foi tranqüila. Fui votar, fugi de todos os papelzinhos atravessando a rua para o lado oposto à Escola onde tem seções, só um veio me dar papelzinho, mas eu disse que já tinha candidato. Atravessei a rua de novo (e quase fui atropelado, ou quase atropelei, uma Brasília, eu ri do motorista businando pra mim, teria ele freio?), e me encaminhei para minha seção. Todas as seções tinham filas, a minha não. Seção de VIP. Bom, só demorou porque a mesária não sacou que meu nome é com PH e ficou procurando os Rafaéis com F, e Raimundo fica entre Rafael e Raphael... No vereador, apertei as teclas rápido demais e, das cinco, só três apareceram, tive que usar o CORRIGE. Mas tudo bem, depois tudo transcorreu bem.

Cheguei em casa, pensei em um samba-exaltação, um jingle tosco para minha campanha. Tipo assim: Não votei no Charbel, não votei no Nadinho... Não votei no Brazão... nem na filha do Garotinho. E por aí vai. Ahhh rimas toscas!
--------------------

Mudando de assunto, vocês não enxergam nada de parecido entre esse dois sujeitos:


bom, eu achei que a frente da Ferrari California lembra o Punto. Acho o Punto muito feio.

*ao som de Blind Guardian (Carry The Blessed Home, Turn the Page, Another Strange Me, Skalds and Shadows, Dead sound of Misery, All The King's Horses, Market Square)

2 de out de 2008

Vote com Ciente!

Ééé vai chegando o final da campanha e venho aqui pra fazer um desabafo e de repente uma campanhazinha, talvez dar alguma luz a pessoas que votam de qualquer maneira e que, com quase 100% de chance, não vão ler isso. Seria algo parecido com a Equação de Drake de maneira que a probabilidade de eu afetar alguém podia ser o produto da probabilidade de alguém visitar meu blog pela probabilidade de alguém ler meus textos pela probabilidade de alguém ler até o final pela probabilidade de alguém que vota pela musiquinha visitar, ler, ler até o final este texto pela probabilidade de eu conseguir mudar a opinião de alguém pela... Por aí vai... Mas não custa tentar né, fico indignado com essas pessoas que acham que voto é fliperama. Já ouvi, ouvi falar e vi várias bizarrices eleitorais. Frases do tipo "Vou votar no primeiro da pesquisa pra não ter que votar no segundo turno" ou ver um bêbado cantando uma musiquinha de um candidato (e provavelmente vai votar nesse candidato) me levaram a tentar um apelo. Segue Teorema da Equação de Drake:

Em primeiro lugar, acho que as pessoas deveriam pensar duas vezes antes de votar num candidato que polui a cidade. Visual, sonora e materialmente. Se pra se eleger, ele já tá poluindo a cidade, berrando no seu ouvido, enfeiando a paisagem, imagina o que não vai fazer depois de eleito. Você acha mesmo que deve ganhar quem grita mais? Passei por vários desconfortos por causa de carros de som. Acho que vale a pena citar pelo menos dois casos. O primeiro foi quando passei por uma feira aqui perto. Tinha um carro de uma candidata a vereadora com seus pupilos enfiando papelzinho pros populares, sem chance de escapatória. Mais a frente, aí sim, o que me deixou irritado. Três carros de som parados na rua (dando aquela ajuda pro trânsito), mandando ver na somzeira para três candidatos diferentes. Sr. Charbel, Sr. Nadinho e Sr. chiquinho BRAZÃO (a propaganda tá mais ou menos assim, e ainda aparece o outro Brazão na foto, cuidado pra não se enganar). Aparentemente, quando eu tava me afastando, os carros começaram a aumentar o som, pra ver quem aparecia mais. O outro caso foi quando passei por uma carreata de carros de som do Sr. Marcelo Piuí, fazendo aquela barulhada Estrada de Jacarepaguá afora, mas a musiquinha fora de fase, cada um catando uma parte. Tudo bem, um elefante é até relevante, mas mais de dez de uma vez só? Será que ganha voto mesmo com isso? Ah, não posso citar o primeiro carro de som da temporada, que foi o da Rosa Fernandes (nunca mais vi esse carro de som, devia tá fazendo uma geral pela cidade nesse dia, já que aqui não é o curral dela), passando por mim, que tinha acabado de cair de bicicleta e estava arrastando a bicicleta.


Nessas eleições, teve muito dessas cabanas, aqueles cavaletes de propaganda que, teoricamente, fica uma pessoa tomando conta (opa, empregos!), a tal da propaganda móvel. Mas se formou uma verdadeira favelização dessas cabanas, tinha alguns lugares que você tinha que ir desviando das cabanas pra passar. Imagina o que um candidato desses vai dizer sobre carros nas calçadas hein... Numa das minhas idas e vindas, tive que optar por passar na lama ou por cima das cabanas. Quase fui por cima das cabanas, realmente, fui me apoiando e uma pessoa que vinha na contra-mão queria passar, tive que ficar embaixo da cabana pra pessoa passar e não ter que ir pra lama. Maravilha! O pessoal que toma conta das cabanas passa o tempo como pode... Tentando convencer o vizinho que o candidato deles fez as mais maravilhosas maravilhas, fazendo a unha do vizinho, dormindo...


Na propaganda da TV, não vi nada extremo, mas tinha coisas bizarras sim. Tinha os que não sabem a área de atuação a que se candidatam: promessas de recuperar o Hospital do Fundão (federal), de investir o dinheiro do IPTU no seu bairro (vão ter que fazer uns cinco hospitais em Ipanema)...

------------------

Agora um breve comentário aos candidatos a prefeito.


Eduardo Paes - tem propostas razoáveis, mas é cópia do César Maia. A gente reclama, mas podia ser pior. Acredito que a cidade precise de alguém revolucionário.


Marcelo Crivella - acho impressionante que alguém sem propostas consiga tantos votos. Impressionante não é, mas a gente tenta não pensar que o que tá acontecendo esteja realmente acontecendo. Será que realmente não misturaram política com religião? Não sei qual seria o objetivo da religião estar no poder, mas pode ser alguma coisa do tipo fazer alguma revolução religiosa, alguma coisa parecida com as maluquices de alguns comunistas sobre governo do proletário, mas em vez de proletário, os cristãos... Enfim, sem propostas, apelativo e envolvido com casos suspeitos...


Jandira Feghalli - fala um pouco demais. Falou muito sobre a maternidade de Curicica que, sim, está em funcionamento, só que em outro lugar. Está funcionando (pelo menos acho que está funcionando) ao lado do Hospital Lourenço Jorge, na Barra.


Chico Allencar - parece ser uma boa opção, tem propostas, mas talvez tenha problemas pra enfrentar a favelização como deve ser feito. Parece que é contra a remoção, acredito que a remoção deva ser feita.Talvez soe um pouco radical com relação a questões econômicas.


Solange Amaral - continuação sem carisma do César Maia, parece ter menos pulso que o prefeito. Autora do projeto que considero tapar o sol com a peneira do corredor T5 que vai trazer ônibus articulados toscos da Penha pra Barra. Ainda acho que tinha que ser metrô. Com esses ônibus articulados, o projeto da linha 6 vai pro saco de vez. Isso é continuar dando um jeitinho pra ser sempre transporte rodoviários. Fora que a obra vai ser faraônica, a estrada tem que passar por algum lugar... Por cima da linha amarela?


Molon - Muito apagado, ele me deu papelzinho pessoalmente no Fundão, na hora do almoço. Não acredito no PT.


Paulo Ramos - Sofreu discriminação pela televisão, pelas pesquisas de opinião, por tudo. Todos conspiram contra ele, coitado... Talvez a única emoção da campanha pra prefeito, atirou pra tudo quanto é lado, falou mal dos outros candidatos e da Rede Engodo, mas não apresentou sugestões para melhorar a cidade. Apelou para a popularidade de Brizola, mas não adiantou muito. As pesquisas refletem sua campanha, apesar de ele não acreditar nelas...


Vinícius Cordeiro e Filipe Pereira - os candidatos do "o que vier é lucro". Quando vejo a campanha deles na televisão, parece que to vendo propaganda de outra cidade, como se eles fossem candidatos fortes de outras cidades. Não sei por quê. Se assumissem mesmo a prefeitura, iam pedir pra sair.


Eduardo Serra e Antonio Carlos Silva - ouvi dizer que O Eduardo Serra faz parte do meu complexo na UFRJ (CT/CCMN). Muito radical, quer milícias do proletário, acho que isso é meio viajem demais... Estatizar a Petrobras...


Fernando Gabeira - esse é o meu candidato. Tem as propostas mais plausíveis, vi no Globo que ele tem as propostas mais plausíveis para a saúde, tem visão de meio ambiente, empresarial. Tem pulso, quer revolucionar a cidade, combater a violência. Acho que é isso que precisamos. Acho que chegou a hora de parar de ir levando... Talvez não esteja na frente por conta da maldita conspiração que a Zelite quer sacanear o povo... Ou porque as pessoas têm preconceito do tipo "Ah, ele só quer saber de ficar emaconhado". Felizmente subiu nas pesquisas e hoje, segundo uma dessas pesquisas, poderia ir para o segundo turno (empate com o Crivella, em segundo - já estava conformado em votar no Eduardo no segundo turno, mas surge uma esperança!). Talvez corresse sério risco de vida se passasse ao segundo turno. Há muito interesse por aí em ir levando...


-----------------


Bom, agora é torcer pro meus candidatos entrarem, comprar o Globo no dia depois da eleição pra ver os candidatos com 1 ou 2 votos, torcer pra que as pessoas votem conscientemente. Não se enganarem, não votarem com base em pesquisa, analisar as propostas (internet tá aí facilitando a leitura do plano de governo...), não votar por ser bonitinho ou no feínho, pobrinho, famoso. Política não é um fliperama nem jogo do bicho pra ficar apertando botões ou sortear números. É difícil votar quando se tem que escolher o mais honesto... Quando todos são honestos, a melhor proposta se prevalece. Quando todas as propostas são boas, prevalece o ponto de vista. Mas como isso de todas propostas boas e todos candidatos honestos não existe, resta escolher com muito cuidado. Então, cuidado com o candidato caô-caô que você vai escolher. Segue a letra de uma música que não é de hoje, sobre um problema que não é de hoje:


Candidato Caô-Caô:


Ele subiu o morro sem gravata, dizendo que gostava da massa, foi lá na tendinha bebeu cachaça, até bagulho fumou, entrou no meu barracão e lá usou lata de goiabada como prato, eu logo percebi é mais um candidato para a próxima eleição


Ele fez questão de beber água da chuva, foi lá no terreiro pedir ajuda, bateu cabeça no gonga, mas ele não se deu bem porque o guia que estava encorporado ele disse esse político é safado cuidado na hora de votar, também disse meu irmão se liga no que eu vou te dizer, depois que ele for eleito não arruma emprego pra você, meu irmão se liga no que eu vou te dizer, depois que ele for eleito manda os homens te prender...



*ao som de Iron Maiden (Murders in the Rue Morger, Charlote the Harold, Wrathchild, Alexander The Great), Ac/Dc (Thunderstruck, Fire Your Guns, Money Talks, The Razors Edge, Misstress for Christmas, Rock Your Heart Out, Are You ready), Pink Floyd (Take Up The Stethoscope and Walk, Interestellar Overdrive)


PS: Li em algum lugar recentemente (acho que foi no Globo) que ricos e instruídos tendem a optar pelas propostas que investem em educação e investimento em tecnologia e pobres e menos instruídos tendem apoiar candidatos que prometem assistencialismo. Por falta de educação provavelmente. É um ciclo muito triste e difícil de se quebrar. Os instruídos querem que os pobres se eduquem pra pararem de votar nas porcarias que não investem em educação e deixam os pobres onde estão. E os pobres, que são manipulados a pensar em zelite manipuladora, pedem assistencialismo, pedem o peixe sem querer pescar, elegendo as porcarias que os mantém onde estão...

28 de set de 2008

Grande Prêmio de Singapura - Volta Pirulito!

Assisti ao Grande Prêmio de Singapura, que tinha o grande atrativo de ser noturno (eu já esperava uma barbeiragem do Rubinho devido a cochilo ao volante, mas quem cochilou parece ter sido o Raikkonen), apesar da televisão não colaborar. Eu conto aqui com as senscionais antenas de chifrinho, e de vez em quando elas decidem sacanear, ontem e hoje, por exemplo, elas tavam que tavam. Consegui no máximo, botar som bom com uma imagem bem ruim (não dava pra identificar os carros, isso me levou a não assistir ao Treino). Então, vi que a outra televisão estava com a imagem boa e sem som, e tive a brilhante idéia de botar som alto numa e assistir na outra. Apesar do som alto, não dava pra ouvir muito bem, pela distância, e não dava pra aumentar mais porque quem passasse perto da TV com som ia ouvir berros. Acabou que só dava pra ouvir bem mesmo o Galvão Bueno, que era a última coisa que eu queria ouvir... Mas pelo menos dava pra tentar ouvir os outros e o barulho dos motores. Quando tinha rádio, tinha que correr pra outra TV pra ouvir bem.

Os arredores do circuito eram realmente bonitos, aqueles prédios altos, a "Big City Night", citando Scorpions, tava bem bonita. Na verdade, tinha visto o circuito na sexta, de relance, na academia, que conta com SporTV, que tava mostrando o Treino Livre. O asfalto tinha aquele probleminha das ondulações, é bonito ver o atrito do ferro com o chão a alta velocidade, aquelas faíscas ficam bem na foto, mas pro piloto, deve ser péssimo ter uma ondulaçãozinha andando a 200 por hora. Nelson Piquet parece que saiu por culpa delas. Nelson Piquet fez a corrida virar do avesso, então podemos dizer, por dedução lógica, que as ondulações decidiram a corrida. Não? Ah, diz que foi! Não deu... (Tá bom, quem tirou a corrida do Felipe, na verdade, foi o piruzinho, digo, pirulito.)

A corrida estava direcionada a ser um grande prêmio de singaporre , com Massa disparado em primeiro, Hamilton em segundo afastado de Raikkonen em terceiro. O pódio parecia definido, já estava conformado, as imagens se focavam na disputa lá atrás, que tava boa. Kubica largou bem, parece que tava em quarto. Houve um princípio de emoção quando Raikkonen decidiu acelerar, e parecia que ia chegar em Hamilton, isso me preocupava, já que torço pro Hamilton. No fim das contas, tava bom terminar desse jeito, mas a corrida ia ser um saco, já não bastava estar lutando contra os chifrinhos pra assistir a corrida e contra o Galvão falando de sua nova descoberta, o tique do Hamilton (acho que o Galvão andou lendo textos na internet sobre sua pessoa, não deve ter gostado muito e decidiu descontar em alguém). Mas eis que surge uma Renault no muro. Alonso? Piquet!! Bateu, segundo disse na entrevista, por causa das ondulações da pista, perdeu o controle e panz. Beijou dois muros, espalhando cacareco por tudo que é lado. Foi engraçado ele atravessando a pista, foi correndo pra não ser atropelado a mais de 100 por hora (é lento assim porque tinh, naturalmente, bandeira amarela). Então, entraram dois Safety Car 's, um perua (que eu costuma chamar de carro de funerária, já tava pensando que ia carregar o Piquet, mas felizmente tava tudo bem com ele, ele até atravessou a rua correndo antes da chegada do sc) e o tradicional, que é um puta carrão, que esperou pelos pilotos pra liderar a corrida, tirando toda a vantagem do Massa sobre o Hamilton e de Hamilton sobre Haikkonen, esfriando um pouco o avanço do finlandês pra cima do Lewis. Com o safety car na pista, alguns pilotos precoces decidiram ir pros boxes ainda fechados (isso foi importante pro desenrolo da corrida, pois tiveram punições de stop and go, 10 segundos parados nos boxes, ferrando a vida de Kubica e Rosberg), boxes liberados, aí é aquela festa. Confesso que ainda não entendo muito isso de boxe aberto ou fechado, Massa já perdeu uma corrida por causa de um sinal que ninguém olha na saída dos boxes, bom o Galvão não ensina isso, já sobre o c em polonês...



Felipe Massa nos boxes. Tudo bem que não torço pro Felipe Massa, torço pro Hamilton, mas não é como o Rubinho, que eu torcia contra (depois de várias decepções, torcer contra era mais divertido e evitava ver a maldita sambadinha no pódio). Ainda parece estranho um brasileiro ser campeão do mundo e eu gsoto do estilo do Hamilton... Mas também não torço pro Massa se ferrar. E ele têm dado azar ultimamente. Se a equipe fosse como na época do Schumacher, ele poderia já tá com a mão no título talvez. Galvão diria que sim. Eu diria que o Hamilton deu mole às vezes também e poderia estar na disputa independente disso. E o Hamilton sempre aperta o botão Com emoção, o que deixa a corrida muito mais foda (bom ele perdeu o campeonato por isso, mas se tivesse ganhado, ia ser foda demais).

Eis que Massa recebe ordem pra sair da parada, sem o pirulito (não sabia que aquilo tinha um nome tão sofisticado), com alguma coisa eletrônica. E ele sai arrastando o homem da bomba de combustível, e em seguida, só a mangueira da bomba e teve que estacionar na saída do boxe, esperando que alguém da Ferrari arrancasse aquilo. Depois de algum tempo, um pessoal saiu correndo pra tirar a mangueira do Massa (troço estranho isso). Demoraram mas tiraram, e Massa partiu pra seu décimo oitavo lugar no grid (de 20-2 desistentes - Barrichello e Piquet). Haikkonen também se deu mal porque ficou na fila esperando no boxe, mas não tanto quanto o Massa. Hamilton também não se deu bem, mas ficou numa posição boa, e na frente dos dois. Com as punições, acabou que Alonso surgiu em primeiro e lá ficou até o fim da corrida. Hamilton foi para o pódio (eu preferia que o pódio tivesse sido aquele do começo, mais justo, vão falar que foi sorte do Hamilton...), no fim das contas foi muito favorável ao Hamilton. Eu preferia que fosse no método tradicional, mas fazer o que. Raikkonen parece que dormiu no volante e bateu, jogando fora os pontos da Ferrari.

Não gostei muito da corrida, apesar do Hamilton ter se dado bem. Agora fico um bom tempo sem ver a Fórmula 1, só acompanhando os resultados, já que as próximas corridas, Japão e China, são de madrugada, e torço pra que o campeonato seja decidido em São Paulo. Então até o GP do Brasil. Ah, sobre o pirulito. Gosto muito do pirulito, sem trocadilhos, aquele negócio arcaico pra uns, dá um charme especial pra Fórmula 1. E parece ser muito mais seguro. É meio estranho não ter aquilo, sem ninguém com uma plaquinha na frente dizendo se deve engatar a marcha e partir. O eletrônico fica muito sem graça. E ainda dá problemas. Sinceramente, não vi onde é a luz do eletrônico, não deu tempo pra sacar. Bom, que volte o pirulito então. Essa corrida serviu pra lançar a campnhar Viva o Pirulito!

*PS: Boa pedida pra vereadora, http://www.ingrid13031.com.br/ essa conquistou meu voto!

Linda! Fiu fiu!

11 de set de 2008

Um dia digno de nota

Bem, tenho tido algumas idéias pra escrever aqui... Ainda falta um pouco de paciência e concentração. Pretendo escrever alguma coisa sobre a psicologia do mal-motorista, favelas, Gabeira, ônibus na Barra, alguma poesia plagiada sobre passos... Mas antes, tenho que registrar o agitado dia, em que ocorreram altas confusões num clima de aventura. Já no começo do dia, ainda tomando café da manhã ao som de um helicóptero que pairava no céu, relativamente longe, mas que dava pra ouvir bem seu barulho. Não imaginava que ele estivesse tão perto. Descobri onde ele estava ligando a TV. Pensei: talvez esteja acontecendo alguma coisa grave e está passando na televisão... Liguei na Globo e o Bom Dia Rio chama o Globocop... E ele estava sobrevoando... a Cidade de Deus! Bom, pelo visual, não esperava que estivesse tão perto (segundo minha lista de distâncias, que eu escrevi com a ajuda do Google Earth (ah, o Google Maps tá com um sensacional serviço de fotos reais de ruas, depois talvez fale a respeito, muito bom, fecha primeiro parênteses), a Cidade de Deus fica a 3 km daqui de casa, fecha segundo parênteses). A notícia era sobre a operação do Exército para invadir favelas controladas por tráfico (Cidade de Deus, por exemplo) e melícias, como dizem os populares (Rio das Pedras). O exército vai ocupar as favelas aqui de Jacarepaguá/Barra, a Marinha vai cuidar das favelas perto do Fundão (navio na Maré?) e a Aeronáutica, parece que da Zona Oeste. Tudo isso pra impedir a imposição de vagabundos no voto dos populares, não entendi bem como vai ser a ocupação, mas parece que eles voltam pra casa às seis... Me pareceu medida pra inglês ver... Bom, o Bom Dia Rio serviu ainda pra eu saber que a Linha Amarela, perto da Ayrton Senna, tava com trânsito livre (genial essa informação, o engarrafamento começa depois do túnel da Covanca...).

Depois, fui à luta, caminhada pra pegar o ônibus, engarrafamento na Geremário, engarrafamento na Pau Ferro. Na Linha Amarela, percebi que havia ônibus novos, entupindo a via (a culpa não era deles, coitados, mas é fato que às vezes parece que tem mais Caxias x Barra que 175 e olha que 175 é chato pácas), com a importante nova linha pra Queimados, onde quer que seja Queimados. Sinto que vão fazer com a Barra o mesmo que fizeram no Centro com relação aos ônibus, por enquanto vai dar vazão, a Barra tem uma infra-estrutura melhor para isso, o que não dá é pra ficar insistindo no erro do transporte rodoviário, mas falarei disso com mais enrolação em outro post. Bom, ontem tinha visto uma cacetada de ônibus da Ingá ou Tinguá ou as duas voltando na Linha Amarela enquanto eu ia. E seguindo no sentido Fundão enquanto eu voltava. Devia ser a estréia, o engraçado é que eu não soube de nada e ainda não sei de nada (eu não fei de nada), só sei o que eu presenciei. E pelo que presenciei, a vista eletrônica fica uma porrada de tempo dizendo Bom Dia! e um pouquinho dizendo pra onde vai. Eu vi que num desses ônibus, tava escrito do lado um nome muito engraçado, agora não lembro. Mas em outro tava Queimados na vista principal.

Daí mais um período de tédio no dia até a interrupção da aula de Espectroscopia (em meio a tabelinhas estilo Fisexp I que podiam ser otimizadas com a ajuda de Excel). A Nilce entrou na sala e falou no ouvido do Gerson. Ele então disse pra gente guardar as coisas e descer as escadas com calma porque o prédio ia ter que ser evacuado (em pleno 11 de Setembro). Parece que foi algum vazamento broxante (de coisas Bromídricas) do sexto andar. Partimos então para alguma enrolação no térreo até que o guarda pediu pra sairmos de lá também (tava maior galerão lá, parecia chopada no térreo) e fecharam o bloco A. Partimos para o almoço, conheci o Bandejão, mas almocei no Kilowatt's.

Passe a tarde no Fundão. Voltei então, no integração vi um comboio de carros com soldados seguindo em direção da Ilha na Linha Vermelha e fiquei tremendo no engarrafamento da Maré. Peguei um 241 que decidiu arrancar comigo pendurado na porta, no maior estilo Caxias (devia ter anotado o número do ônibus pra fuder esse motorista cretino). Uma menina descobriu que o 241 não passava no Méier (só por cima, na Linah Amarela) e tentou tomar a atitude impensada de descer no meio do caminho (o motorista, obviamente ignorou a cigarra puxada no meio da linha amarela), mas os populares de plantão no ônibus conseguiram convencê-la a descer na Freguesia e corrigir a besteira lá (um popular queria que ela descesse no Pedágio, suicídio isso, mas os outros populares salvaram a guria.)

Finalmente na Freguesia, vi um 225 lotado passando na Rua Tirol, fiquei imaginando o que levava aquele 225 passar ali, já imaginava que tava rolando altas revoluções no Alto da Boa Vista ou no Itanhangá, mas só esse mesmo mudou o caminho. Bom cheguei em casa recepcionado pelo testemunho da minha mãe sobre helicóptero do exército rasante e imagens na TV do Rio das Pedras.
Definitivamente, um 11 de Setembro interessante, emocionante e divertido, bem diferente da sexta de uma semana atrás...

PS: Resumo pra frase do MSN: Muitas emoções hoje! Exército e evacuação do IQ e IF! 400T e 425T entupindo a Linha Amarela! 225 na Freguesia! Bandejão a 2 real!

*ao som de Helloween (Keeper of the Seven Keys), U2 (Miss Sarjevo), O Rappa (Lado B, Lado A), Tenacious D (POD), Dream Theater (Another Day)

7 de set de 2008

Determinação da Constante de Rydberg e Espectros de Emissão Atômicos

O pior egoísmo é não dividir o conhecimento. "Todo futuro é a criação que se faz pela transformação do presente" - Paulo Freire. Eis a determinação da Constante de Rydberg e um pouco sobre os Espectros de Emissão Atômicos. Colaborei com a Wikipédia botando uma parte desse trabalho em http://pt.wikipedia.org/wiki/Espectro_de_emiss%C3%A3o

I) Introdução:

Os Espectros de Emissão Atômicos se baseiam na quantização da energia, conseqüência imediata da resolução da Equação de Schrödinger. Os elétrons de um determinado átomo, que se encontram num determinado estado, são elevados a um nível mais alto de energia – Estado Excitado – e retornam ao estado anterior emitindo um fóton correspondente à diferença de Energia de maneira que:

DE = hv = hc/l

onde h é a Constante de Planck (6,626068 x 10-34 J.s), v é a freqüência da radiação, c é a velocidade da luz (299792458 m/s) e l é o comprimento de onda da radiação.

Para comprovação da quantização da energia e os comprimentos de onda da emissão do Hidrogênio, é usado um Espectroscópio onde são medidos os comprimentos de onda dos fótons emitidos por uma substância excitada por uma descarga elétrica.

A partir das raias do Hidrogênio (Série de Balmer – transições, que são no visível, entre um nível qualquer e o nível de n=2), pode-se determinar a Constante de Rydberg usando a expressão:

onde RH é a Constante de Rydberg para o Hidrogênio, cujo valor é 1,09737315685×107 m-1, l é o comprimento de onda do fóton emitido, n1 é o número quântico principal do estado final, que, para a Série de Balmer, é fixado como 2, e n2 é o estado até onde o elétron é excitado.

O Espectro de Emissão Atômica tem grande importância, pois cada elemento químico tem um conjunto de raias característico.

II) Metodologia:

Para a tomada de dados, são usados uma ampola com Hidrogênio e dois terminais metálicos que serão conectados por meio de dois fios a uma fonte de alta tensão de corrente alternada (um VARIAC), para excitar os elétrons (o Hidrogênio permanece no estado plasma e emite luz), e um espectroscópio para separar a luz em diferentes raias e determinar seus comprimentos de onda.

O Espectroscópio (que deve ser calibrado antes da tomada de dados) possui em uma fina fenda por onde a luz chega e passa por um prisma, que desvia os diferentes comprimentos de onda e incide sobre um filme preto, onde podem ser vistas as diferentes raias do plasma analisado através de uma ocular. Conforme se varia o ângulo do prisma, o que implica em diferentes comprimentos de onda, pode-se ir observando as diferentes raias na ocular. No espectroscópio, o botão que é girado para mudar o ângulo do prisma já vem com o valor para comprimento de onda, em nanômetros. A “lâmpada” de Hidrogênio deve ser posicionada o mais próximo possível da fenda e o prisma deve ser girado até que a raia fique exatamente sob um marcador e o valor deve ser tomado.

Esquema de funcionamento de um espectroscópio

Mas, antes de tomar os dados para o Hidrogênio, deve-se calibrar o Espectroscópio. Para isto, é usada uma lâmpada de referência, com Hélio, que tem seus comprimentos de onda tabelados na literatura. Os dados são tomados e a partir deles, pode ser construída uma tabela com o comprimentos de onda observados e os de referência. A partir da tabela, é construído um gráfico de valor observado x valor de referência e a melhor reta passando pelos pontos será a reta para corrigir os valores observados para o Hidrogênio.

III) Resultados:

Para a calibração, foi usada uma ampola com Hélio. O VARIAC foi ligado até uma tensão de 55,0 V AC. As raias observadas tiveram os seguintes comprimentos de onda, com incerteza de 0,5 nm:

característica

l (nm)

vermelha (clara)

693,4

vermelha (intensa)

657,0

alaranjada (intensa)

580,5

verde (fraca)

500,3

verde (intensa)

497,7

verde azulado (fraca)

488,1

azul (fraca)

468,9

roxo (fraca)

445,0

Comparando com os dados de referência do http://web.physik.rwth-aachen.de/~harm/aixphysik/atom/discharge/index1.html , as bandas que mais se aproximam dos valores medidos são:

lmedido (nm)

lreferência (nm)

693,4

706,519

657,0

667,815

580,5

587,562

500,3

504,774

497,7

501,568

488,1

492,193

468,9

468,570

445,0

447,148

Os dados foram tratados com um programa de ajuste (Microcal™ Origin® 6.0) de maneira a obter a melhor reta entre os pontos e a reta ajuste foi y = a + b.x , onde y é o valor observado, x é o valor de referência e a e b são os parâmetros de ajuste. Os parâmetros encontrados foram:

a = 18,9 ± 2,6

b = 0,9550 ± 0,0047

de maneira que a reta de ajuste fica como:

lmedido = 0,9550.lreferência + 18,9

Com a reta de ajuste, é possível corrigir os valores encontrados para o Hidrogênio. O procedimento para o Hidrogênio foi o mesmo, ajustando o VARIAC PARA 60,8 V AC. As raias observadas foram as seguintes:

característica

l (nm)

roxa (fraca)

432,0

verde-azulada (média)

482,0

vermelha (intensa)

646,0

Corrigindo os valores para o ajuste com o Hélio, usando

lcorrigido = (lmedido - 18,9)/ 0,9550

os valores corrigidos são:

característica

lcorrigido (nm)

n

roxa (fraca)

432,5

3

verde-azulada (média)

484,9

4

vermelha (intensa)

656,6

5

A partir destes dados e dos números inteiros associados, pode ser obtida a Constante de Rydberg, a partir de

n

RH

3

1,664 x 107

4

1,100 x 107

5

0,725 x 107

O valor da Constante de Rydberg apontado pela experiência é de:

R = 1,16.107 ± 4,7.106 m-1

Comparando com o valor real, temos a seguinte discrepância:

(1,16 - 1,09737315685)/ 1,09737315685 = 5,7%

IV) Discussão:

A comparação entre os comprimentos de onda do Hélio e os encontrados revela uma discrepância de algumas unidades, o que implica na necessidade de se calibrar o espectroscópio. A reta de ajuste teve um bom resultado, com 4 “noves” no R², o que leva a crer que, apesar das diferenças entre os resultados e os valores da literatura, as medidas para o Hélio foram boas. Os valores ajustados para o Hidrogênio também diferiram pouco dos valores tabelados:

lcorrigido (nm)

lreferência (nm)

432,5

434,047

484,9

486,133

656,6

656,285


VI) Bibliografia:

Quem sou eu

Raphael Fernandes
Carioca, Brasileiro, Estudante de Robótica
Hiperativo, Imperativo
Gosto de tecnologia, de transporte, de Rock, de reclamar e de propagandas criativas (e outras coisas que posso ter falado em um post ou não)
Musicalmente falando, sou assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja também...