30 de dez de 2014

Como evitar o BRT

Versão 1


Versão 2
Resolvi fazer esse post só a título de curiosidade, mas pode ser útil em dias de protesto no BRT, greves e coisas assim. Como fazer algumas viagens sem usar o BRT, pagando o mínimo.

Dá pra notar que a principal influência da redução das linhas (as linhas em vermelho, onde não tem nenhum substituto) é na Avenida Vicente de Carvalho, entre o metrô e Vaz Lobo, a travessia Ramos - Fundão e na ligação Curicica -Barra. Coloquei o caminho contínuo, mas é possível fazer outras viagens por outros caminhos, principalmente, indo de Vicente de Carvalho a Madureira, passando por Irajá e da Taquara para a Barra, passando pela Cidade de Deus.



Sobreviventes:
-561L Caxias x Freguesia
Vaz Lobo, Madureira, Praça Seca, Taquara

-900 Downtown x Merck
Taquara (Merck e Santa Efigênia), Cidade de Deus, Barra Shopping, Downtown

-565 Tanque x Gávea
Tanque, Freguesia, Barra Shopping, Downtown, Gávea

-693 Méier x Alvorada
Méier, Pechincha, Taquara, Cidade de Deus, Barra Shopping

-676A Méier x Madureira
Cascadura, Madureira, Mercadão, Campinho

-LECD332 Curicica x Botafogo
Curicica, Rio 2, Barra, Praia

-959A Curicica x Recreio
Curicica, Riocentro, Recreio, Praia

-734 Rio das Pedras x Madureira
Freguesia, Tanque, Praça Seca, Tem Tudo, Mercadão

-940 Ramos x Madureira
Vaz Lobo, Madureira Shopping

-410T São João de Meriti x Barra e 420T Nilópolis x Barra
Fundão, Cidade de Deus, Barra

-315 Recreio x Central e 880 Recreio x Rio das Pedras
Praia, Recreio, Alvorada, Barra, Cidade de Deus

-551L Nova Iguaçu x Penha
Penha, Vila Kosmos e Vicente de Carvalho

-919 Pavuna x Bonsucesso
Ramos, Olaria, Penha, Vicente de Carvalho

13 de dez de 2014

Criar imagem estilo "yes you can" no Gimp

Tutorial para criar imagens vermelho e azul, como a imagem abaixo, no Gimp.


Começando os trabalhos

1 - Cores, Posterizar (nível 6)

2 - Duplicar camada 2 vezes
3 - Para cada camada, fazer um limiar diferente (ex: 208, 157, 134)

4 - Começando da camada mais escura para a mais clara. Ferramenta de vetores: contornar a principal área preta da camada mais escura e clicar em Seleção a partir de vetor.
5 - Pintar a área selecionada com as seguintes cores, da mais escura para a mais clara: 4f919f, fbde8e, 01253d. Você pode usar também o contornar vetor, clicando com o botão direito no vetor desejado, dentro da aba de vetores.
6 - Usando a ferramenta Seleção por cor, para cada camada, copie e cole em uma nova camada transparente só a parte pintada e reordene as camadas
7 - Coloque um fundo a seu critério (usei o fbde8e)



Referências:
Create Vector Political Poster (Tuts+)
Criar nova paleta (Documentação do Gimp)

3 de dez de 2014

Como chegar na feira da Providência

Barra, Madureira (Estação), Praça Seca e Jacarepaguá - BRT Parador até estação Praça do Bandolim e 959A.

Madureira (Mercadão), Vaz Lobo, Vicente de Carvalho e Penha - BRT Expresso até a estação Rio 2 e 931A.

Ilha do Governador -  Linhas 321, 323, 325 ou 327 + BRT Expresso no Terminal do Fundão até Rio 2 e 931A.

Zona Sul - Linha 332 Projac (OBS: 332 Alvorada não serve)

Metrô - Desembarcar na estação Del Castilho e embarcar na linha 613 Riocentro

Centro (Presidente Vargas, Praça Tiradentes e Castelo), Niteroi (INTO) e Avenida Brasil - Linha 352 ou 348 Riocentro

Tijuca, Maracanã e Freguesia  - Linha 368 Riocentro (via Praça da Bandeira, Radial Oeste e UERJ)

Recreio e Zona Oeste - BRT até estação Salvador Allende e e 959A.

25 de nov de 2014

LECD Rio 2 x Rio das Pedras via Guaravita

Da série linhas do mundo da imaginação, deixo a sugestão de linha complementar ao BRT, para atender à grande demanda do Rio das Pedras para a Avenida Abelardo Bueno e as novíssimas construções próximo à Avenida Isabel Domingues, na Gardênia.

Sentido Autódromo:
  • Supermercado Supermarket
  • Avenida Engenheiro de Sousa Filho (Rio das Pedras)
  • Estrada  de Jacarepaguá
    • Condomínio Jardim Clarice
    • Academia Água Viva
    • Espaço Laduma
  • Estrada do Engenho d'Água
  • Avenida Canal do Anil
  • Avenida Isabel Domingues
    • Guaravita
  • Avenida Ayrton Senna (sentido Cidade de Deus)
  • Estrada do Gabinal (retorno)
  • Avenida Ayrton Senna (sentido Praia)
  • Avenida Embaixador Abelardo Bueno
    • BRT Centro Metropolitano
    • BRT Rede Sarah
  • Rio 2 

Sentido Rio das Pedras
  • Rio 2 
  • Avenida Embaixador Abelardo Bueno
    • BRT Centro Metropolitano
    • BRT Rede Sarah
  • Avenida Ayrton Senna (sentido Cidade de Deus)
    • Vila do Pan
  • Avenida Isabel Domingues (Passarela da Gardênia)
  • Avenida Canal do Anil
  • Estrada do Engenho d'Água
  • Estrada de Jacarepaguá
  • Rua Nova
  • Estação Azul
  • Supermarket (Ponto Final)

9 de nov de 2014

Como eu achava que o Breaking Bad ia terminar

[SPOILLER?]
1 - Hank atira no Heisenberg sem saber quem é, e descobre que é o Walter
2 - Era tudo uma história da Skyler
3 - Walter se mata com a ricina
4 - Walter e Jesse se abraçam no final
5 - Walter pede desculpas à família

22 de out de 2014

O inimigo do meu inimigo é meu amigo

Não sou adepto das teorias conspiratórias, mas está cada vez mais evidente que o PSDB e o PT estão de mãos dadas. No primeiro turno, ambos tinham um inimigo comum: Marina, que tentava ser o algo diferente, o que faria sentido na "lógica black block" do ano passado. O que não faz sentido é uma população com desejo de mudança deixar ir ao segundo turno os dois últimos partidos a comandar o país.

De mãos dadas para derrubar Marina, cada um tinha seu interesse: o PSDB não queria deixar o posto de "alternativa" e o PT precisava manter seu inimigo fiel, e também manter o status de "alternativa". E conseguiram, no final das contas, dois projetos de governo praticamente idênticos, com enorme teor continuísta, se fazer de novidade.

Dilma conseguiu, ao chegar ao segundo turno com seu inimigo favorito, ficar com ares de heroína nacional na universidade, uma espécie de Che Guevara tupiniquim. A sensação que se tem é que o PT está no seu primeiro mandato, é como se estivéssemos em 2002, ingênuos, esperançosos e confiantes na mudança. Mas 12 anos se passaram, o pouco que se evoluiu (acho que a única evolução no país foi proibir fumar em recinto fechado) foi por atitudes isoladas ou pela loteria do pré-sal, a solução definitiva para tudo no país, a carta coringa, que, com 10% do seu faturamento investido em cada área de interesse, a conta não fecha. Outro fator é o próprio amadurecimento da democracia, apesar dos vexames regressistas da bancada evangélica e ruralista, ainda estamos aprendendo a lidar com a escolha.

Marina era o inimigo comum, e aparentemente, uns 95% da população deve realmente acreditar que só tinha 3 partidos ou que devia votar em X para eliminar Y. Não que eu goste da Luciana Genro, mas ficaria muito mais satisfeito se o segundo turno fosse ela contra o Eduardo Jorge do que essa situação que está aí.

13 de out de 2014

O Fim da Era 958

Graças ao corredor Transcarioca, acabou a operação da linha 958 - operada uma vez no dia! - para contemplar a racionalização do transporte público na zona oeste.



Retirada de onibusbrasil
 Peguei várias fases dessa linha, comecei quando era 266 Especial, já indo pela Linha Amarela. Antes disso, reza a lenda que ia da garagem da Redentor até a Avenida Brasil passando por Madureira. Tinha trocador, carro grande e vista de lona. Depois, passou a S06 Jacarepaguá, já saindo das vistas de lona para vistas eletrônicas e micrões, sem trocador. E, finalmente, 958 Praça Seca, até seu fim, nos último mês com ônibus de três portas (com menos lugares).


Poucas mudanças tiveram no seu caminho nesse tempo todo em que usei. As mudanças, na verdade, eram para tentar fugir do trânsito. Uma certa época, pegavam, no sentido Fundão, a Suburbana na altura do Extra para seguir até o Walmart, era bem raro alguém pegar no caminho, mas era uma boa opção de itinerário, já que na suburbana mesmo não tem nenhuma opção direta. Na volta, tem uns anos que passavam pela Rua Praia de Inhaúma, paralela à Linha Amarela por dentro da Maré, no Timbau, saindo na altura da Avenida Brasil, algumas vezes acessando essa rua pela Linha Vermelha.

Agora a linha deixa de existir, deixando um vazio em nossas vidas. Deu o azar de ter seu ultimato numa semana de baixo movimento na Universidade, devido a um evento que cancela as aulas, a Jornada de Iniciação Científica. Quem usou, nunca deixará de olhar para o horário das 17:20 sem lembrar dele. Muitas lembranças ficarão. Foi bom enquanto durou.

6 de out de 2014

Nossa Senhora do fim do período

Nossa senhora dos ferrados
Protetora do estudante
Que tem prazo apertado
Com prova e trabalho
Fazei com que eu chegue são e salvo
No fim desse semestre
Fazei com que eu chegue são e salvo
No fim desse semestre

Itinerário 882A Tanque x Alvorada

Trajeto percorrido pela linha 882A Tanque x Alvorada, antiga 753.

Sentido Recreio:
  • Largo do Tanque 
  • Avenida  Geremário Dantas (Tanque)
    • Center Shopping
  • Rua  Lopo Saraiva
  • Estrada do Tindiba (Pechincha)
    • Castelo do Vinho
  • Largo do Pechincha
    • Planalto do Chopp
  • Avenida  Geremário Dantas
    • Shopping Quality (Freguesia)
  • Praça Professora Camisão
  • Estrada do Gabinal
    • Rio Shopping
    • Academia Body Planet
  • APs da Cidade de Deus (Cidade de Deus)
  •  Avenida  Ayrton Senna (Barra)
    • Passarela da Gardênia
    • Barra D'Or
    • Aeroporto de Jacarepaguá
    • Subprefeitura da Barra e Jacarepaguá
  • Terminal Alvorada (ponto final do 882A)


Sentido Cascadura:
  • Terminal Alvorada (Plataforma A)
  • Avenida Ayrton Senna
    • Leroy / Hospital Lourenço Jorge 
    • Makro Atacadista
    • Terra Encantada
    • Via Parque Shopping
  • Ponte Santos Dumont
  • Avenida Ayrton Senna (Jacarepaguá)
    • Vila do Pan
    • Passarela da Gardênia / Barra Music
  • Avenida Tenente Coronel Muniz de Aragão (Estrada do Capão)
  • Estrada do Gabinal 
    • Rio Shopping
  • Praça Professora Camisão (Freguesia)
  • Avenida Geremário Dantas
  • Largo do Pechincha
  • Avenida Geremário Dantas
  • Largo do Tanque (ponto final do 882A)
Qual o Preço do 882A? R$3,40

Qual BRS do 882A? Não tem

Integrações:
  • bilhete único carioca - sim
  • bilhete único intermunicipal - sim
  • BRT - sim
Bairros atendidos: Barra, Gardênia/Cidade de Deus, Freguesia, Pechincha e Tanque

30 de set de 2014

Itinerário 900 Merck x Downtown

Trajeto percorrido pela linha 900, antiga 700 Madureira x Downtown.

Sentido Barra:
  • Estrada dos Bandeirantes (Mercadão de Jacarepaguá)
  • Estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Moraes
  • Praça da Cidade De Deus
  • Rua Edgard Werneck (Cidade De Deus)
  • Avenida Ayrton Senna (sentido Barra)
    • Passarela da Gardênia
    • Vila do Pan
    • Via Parque / Hospital Barra D'or
    • Subprefeitura da Barra e Jacarepaguá
  • Mergulhão
  • Avenida Luis Carlos Prestes
    • Hospital Lourenço Jorge
    • Fórum da Barra
    • Centro Empresarial Barra Shopping
    • Barra Shopping (nível Lagoa)
  • Avenida  das  Américas (sentido Downtown)
    • Shopping Barra Square / Condomínio Parque das Rosas
    • Condomínio Riviera dei Fiori
    • Guanabara Barra
  • Retorno sob a Ponte de Marapendi
  • Shopping Downtown (ponto final do 900)

Sentido Madureira:
  • Shopping Downtown
    • Universidade Gama Filho campus Barra
  • Avenida das Américas
    • Extra 24 horas
    • Freeway
    • Centro Empresarial Barra Shopping
    • Barra Shopping
  • Avenida Ayrton Senna
    • Leroy / Hospital Lourenço Jorge 
    • Makro Atacadista
    • Terra Encantada
    • Via Parque Shopping
  • Ponte Santos Dumont
  • Avenida Ayrton Senna (Jacarepaguá)
    • Vila do Pan
    • Passarela da Gardênia / Barra Music
  • Avenida Tenente Coronel Muniz de Aragão (Estrada do Capão)
  • Estrada do Gabinal 
  • Rua Edgard Werneck
  • Praça da Cidade De Deus
  • Estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Moraes
  • Retorno na Estrada dos Bandeirantes
  • Mercadão de Jacarepaguá (ponto final do 900)
Preço: R$ 3,40

Integrações:
  • Bilhete Único Carioca: Sim 
  • Bilhete Único Intermunicipal: Sim
  • BRT: Sim
  • Trem: Não
Bairros atendidos: Taquara, Cidade de Deus, Jacarepaguá e Barra

Transcarioca: Minha linha mudou, e agora?

Vou deixar aqui uma tabela de como ficaram as linhas substitutas das linhas de ônibus que circulam pelos bairros do trajeto da Transcarioca depois do processo de "racionalização" que encurtou várias linhas. A tabela foi feita considerando a viagem completa com o preço de 1 passagem com o bilhete único (2 ônibus convencionais ou 1 alimentador, 1 BRT e 1 convencional). Pode ser que você não precise das 3 linhas, dependendo de que altura esteja do itinerário da linha antiga.

Linha antes1a linha2a linha3a linha
302 Recreio x Rodoviária302 Rodoviária x Alvorada315 Central x Recreio
306 Praça Seca x Castelomantida

331 Praça Seca x Castelomantida

332 Taquara x BotafogoLECD10 Projac x Rio SulBRT Curicica x Taquara
346 Campinho x GardêniaBRT Campinho x Tanque877A Tanque x Rio das Pedras829 Freguesia x Gardênia
346 Praça XV x Freguesia346 Candelária x MadureiraBRT Madureira x Tanque877A Tanque x Rio das Pedras
353 Cidade de Deus x Rodoviária353 Madureira x RodoviáriaBRT Madureira x Taquara953A Taquara x Cidade de Deus
355 Madureira x Tiradentesmantida

371 Praça Seca x Candeláriamantida

465 Cascadura x Gávea690A Méier x MadureiraBRT Madureira x Tanque565 Tanque x Gávea
610 Del Castilho x Praça Seca610A Del Castilho x Tanque306 Candelária x Praça Seca
636 Saens Peña x Gardênia636 Saens Peña x MadureiraBRT Madureira x Tanque939A Tanque x Gardênia Azul
676 Penha x Méier676A Méier x MercadãoBRT Madureira x Penha
678 Méier x Vila Valqueire678 Valqueire via Madureira

686 Fazenda da Bica x Madureiramantida

690 Méier x Alvorada690A Méier x MadureiraBRT Madureira x Tanque890A Tanque x Alvorada
691 Méier x Alvorada691 Méier x Cidade de Deus991A Taquara x Alvorada
693 Méier x Alvoradamantida

700 Madureira x Downtown900 Downtown x MerckBRT Santa Efigênia x Madureira
701 Madureira x Alvorada991A Taquara x AlvoradaBRT Santa Efigênia x Madureira
721 Cascadura x Vila CruzeiromantidaBRT Penha x Madureira676A Méier x Madureira
732 Cascadura x Gardênia932A Gardênia x TanqueBRT Madureira x Tanque690A Méier x Madureira
734 Rio das Pedras x Madureira877A Rio das Pedras x TanqueBRT Tanque x Mercadão
736 Riocentro x Cascadura931A Curicica x RecreioBRT Praça do Bandolim x Madureira690A Méier x Madureira
747 Vargem Grande x Madureira810 Piabas x TaquaraBRT Taquara x Madureira
748 Cascadura x Praia878 Tanque x Barra BRT Madureira x Tanque676A Méier x Madureira
749 Cascadura x Recreio690A Méier x MadureiraBRT Madureira x Praça do Bandolim809A Curicica x Recreio
753 Cascadura x Recreio690A Méier x MadureiraBRT Madureira x AlvoradaBRT Transoeste
753 Cascadura x Alvorada690A Méier x MadureiraBRT Madureira x Tanque882A Tanque x Alvorada
757 Cascadura x Riocentro690A Méier x MadureiraBRT Madureira x Praça do Bandolim959A Curicica x Recreio
758 Cascadura x Recreio690A Méier x MadureiraBRT Madureira x Praça do Bandolim959A Curicica x Recreio
758 Recreio x Benvindo de Novaes954A Curicica x RecreioBRT Madureira x Praça do Bandolim690A Méier x Madureira
760 Curicica x Mercadão800A Curicica x TaquaraBRT Fundão Expresso
761 Madureira x Boiuna815A Teixeiras x TaquaraBRT Taquara x Madureira
762 Madureira x Colônia808A Colônia x RecreioBRT Taquara x Madureira
763 Santa Maria x Madureira963A Santa Maria x TaquaraBRT Taquara x Madureira
764 Pau da Fome x Madureira964A Pau da Fome x TanqueBRT Taquara x Madureira
765 Cascadura x Joatinga690A Méier x MadureiraBRT Madureira x Tanque565 Tanque x Gávea
766 Madureira x Cardoso Fontes766A Madureira Shopping x Madureira (circular)BRT Madureira x Tanque966A Tanque x Cardoso Fontes
775 Jardim América x Madureiramantida

780 Benfica x MadureiraExtinta

782 Cascadura x Marechalmantida

783 Cascadura x Marechalmantida

803 Jabour x Alvorada803 Jabour x Taquara991A Taquara x Alvorada
806 Boiúna x Joatinga806A Boiúna x TaquaraBRT Taquara x Alvorada888A Alvorada x Joatinga
808 Colônia x Downtown808A Colônia x RecreioINT8 Recreio x Rio Sul
810 Piabas x Cardoso Fontes809A Recreio x Curicica368 Riocentro x Castelo
815 Boiúna x Cardoso Fontes600 Taquara x Saens Peña

816 Capela x Cardoso Fontes601 Saens Peña x Taquara

817 Pacuí x Recreio817A Pacuí x Recreio

818 Joatinga x Recreio823A Recreio x Vargem GrandeINT9 Piabas x Rio Sul
823 Rio Morto x Recreio823A Recreio x Vargem Grande

826 Joatinga x Vargem GrandeINT9 Piabas x Rio Sul

827 Pacuí x Recreio827A Pacuí x Recreio

831 Colônia x Joatinga808A Colônia x RecreioINT8 Recreio x Rio Sul
832 Colônia x Joatinga832A Colônia x Centro MetropolitanoBRT Rio 2 x Alvorada888A Alvorada x Joatinga
856 Curicica x Taquara856A Curicica x Taquara

859 Covanca x Largo do Tanquemantida

863 Rio das Pedras x Barra da Tijucamantida

865 Pau da Fome x Taquara865A Pau da Fome x Taquara

875 Chácara x Praça Seca875A Chácara x Praça Seca 
880 Rio das Pedras x Recreio880 Rio das Pedras x AlvoradaBRT Transoeste x Gláucio Gil820A Recreio Shopping x Gláucio Gil
886 Freguesia x Barrashopping886 Freguesia x Alvorada

887 Barrashopping x Pechincha887 Alvorada x Pechincha

888 Sulacap x Joatinga889A Sulacap x TaquaraBRT Taquara x Alvorada888A Alvorada x Joatinga
889 Sulacap x Novo Leblon889A Sulacap x TaquaraBRT Taquara x AlvoradaBRT Transoeste
897A Alvorada x Barrashopping897A Alvorada x Via Parque

910 Bananal x Vaz Lobo910A Bananal x FundãoBRT Fundão x Santa Luzia912A Vaz Lobo x Caracol
910 Madureira x Ramos775 Madureira x Vigário Geral912A Vaz Lobo x Caracol
915 AIRJ x Bonsucessomantida

918 Bangu x Bonsucesso918 Bangu x Irajá618A Madureira x Saída 7
928 Marechal x Ramosmantida

952 Praça Seca x Penha702A Praça Seca x MercadãoBRT Madureira x Penha
958 Praça Seca x FundãoExtinta


Fontes de Consulta: Vá de Ônibus, Novos Números, Diário do Transporte Coletivo

18 de set de 2014

Cotas na Publicidade

Um dos principais argumentos da defesa das cotas nas Universidades é a necessidade de integrar a população negra com a elite branca de maneira que essa elite "aprenda" que existem negros, que pode conviver com eles e que, no fim das contas, são iguais. Mas, por que começar essa correção histórica justamente nas universidades? O problema das universidades é que são totalmente baseadas na meritocracia e aí não é uma questão de ser o mérito uma maquiagem para o berço, isto é, supostamente se você não tiver nascido em um bom berço, de nada adianta se esforçar, sempre o sistema selvagem te puxará para baixo. Este é outro dos argumentos.


O problema de aplicar este argumento ao ensino é que a própria pesquisa - e, para quem não estiver familiarizado com o meio universitário, me refiro aos estudos de base para os quais a universidade (deveria) se dedicar - é baseada na meritocracia (mais sobre o assunto neste vídeo). Talvez (e provavelmente) as notas das provas na faculdade não sejam justas, mas é este é um dos modos como uma pessoa consegue oportunidades dentro da própria universidade. E, simplesmente, "colocar para dentro" um aluno despreparado só vai trazer decepções para o próprio aluno. Então vem a segunda parte da inclusão, a bolsa, para que o aluno não desista. Mas antes disso tudo, o aluno deve ser preparado para entrar na universidade com boas condições de estudo, e aí vem uma solução mais inteligente, os cursos pré-vestibular comunitários, onde professores da própria universidade e alunos de licenciatura ou outros cursos dão aulas gratuitas para alunos de favelas e conjuntos habitacionais próximos às universidades. 
Retirado do IBGE
Agora, se a intenção é mesmo tirar a imagem do negro de subproduto da sociedade, quero questionar: por que não criar cotas em outros lugares? Já há a questão da cota para concursos públicos, que acho mais inteligente que a das universidades, afinal, se o funcionário público é aquele com quem vamos ter que lidar todos os dias, então é justo dar uma "misturada". É justificado pelo primeiro argumento das cotas, aquele da integração. Mas o que me veio à mente foi a cota na TV. Por que os apresentadores, na maioria das vezes, são brancos? OK, pode ser argumentado que é o efeito em cadeia ainda da universidade elitista, os negros não conseguiram cursar jornalismo, etc. Mas eu acho que seria possível, sim, encontrar gente para preencher os postos numa possível cota para apresentadores e repórteres na TV.


Ainda na TV, que, apesar de seus muitos defeitos, ainda é a porta de entrada da informação para muita gente, por que não temos mais atores negros? Temos aí uma Malhação que só traz atores novos e sem experiência alguma, poderia dar uma chance aos jovens negros. Para quem assiste ao Doctor Who, da BBC, ao contrário das muitas séries americanas e novelas brasileiras, sempre tem atores principais,  coadjuvantes e figurantes negros. Isso é uma baita inclusão, até se compararmos a proporção de negros aqui (uns 50%, incluindo pardos) e lá (uns 4%). E, conforme o título deste ensaio, por que não na publicidade. Após uma série de propagandas, ua de bebês, todos branquinhos como a pomada, uma de celular pedindo a opinião de empresários, todos brancos e outras, fico me perguntando se uma lei, incentivando de forma sutil-porém-impositiva não seria interessante.


Por si só, a iniciativa das agências de publicidade e das empresas deveria existir e seria muito importante, mas, aparentemente, não há muito interesse ou sequer se pensa no caso. O que traz a pergunta: por que não pensam? Será que a discussão trazida para a universidade não está chegando à consciência do povo? Nesse ponto, acredito que a resposta seja sim, a universidade é importante, mas ainda não é tão visível para a população em geral, e acaba que a discussão fica também só no nível acadêmico. Então, são falhas na questão da meritocracia, no preparo do aluno e também na ampliação da discussão. Será que os profissionais de publicidade são tão alheios a esta discussão? E as empresas que os contratam? Acredito que não, acredito que simplesmente não se importam. Não no sentido de serem contrários, mas no sentido de não se importarem mesmo, não param pra pensar que eles mesmos podem dar sua contribuição. E, talvez na forma de uma lei de estímulo seja uma boa forma de tirar a inércia nesse sentido.

Não sei se esse discurso é real ou invenção, mas usar a imagem
dele para falar mal das cotas por si só já foi falacioso
 Por fim, por que não tem cota para negro para os cargos de vereador e deputado. Esses que são eleitos para serem os representantes do povo, fazem a lei e não dão o exemplo? Por uma câmara mais igualitária! Use o espaço abaixo para xingamentos.

13 de set de 2014

Relé e gráficos sobrepostos no Simulink

Para obter dois gráficos numa mesma janela usando o Scope do Simulink, use um Mux, como na figura abaixo.


O funcionamento do relé é o seguinte. Quando a tensão de entrada for maior que o Von, a saída é V1; quando for menor, V2. Usando o Simulink, os parâmetros são:


Dica do mux: Fórum da Mathworks
Relés para ajuste PID: Projeto Final

26 de jul de 2014

Contador em LaTeX com referência cruzada

Quem usa LaTeX sabe que é possível referenciar figuras, tabelas e equações através de labels, porque usa contadores internos, como variáveis de programação mesmo. Então, é possível, sim, ter um contador ao longo do texto e fazer referência a esse contador.

Minha primeira tentativa foi usando os comandos \newcounter{foo} e \addtocounter{foo}{1}. O primeiro, que vai no preâmbulo, define uma variável foo que vai ser incrementada ao longo do texto através do segundo comando, onde o número entre chaves é o número a somar ao contador. Esse sistema funciona para referências diretas, por exemplo, se eu estiver falando Tabela 3 em vez de tabela a seguir, basta incrementar o contador e mostrar, no texto, quanto vale o contador (eu usei o \arabic{foo}). A referência que usei para essa tentativa foi o LaTeX Counters.

Então, percebi que, se precisasse referenciar ao tal foo mais à frente do texto, perderia a referência, pois só teria o valor atual de foo (se, por exemplo, forem colocados dois foo entre onde quero referenciar e onde estou referenciando, vou obter foo+2). Se acharam confuso, aposto que este tópico está ainda mais, vejam o exemplo abaixo para esclarecer.

A solução foi com os comandos \newenvironment e \refstepcounter. No primeiro, defino o nome do novo ambiente entre chaves e o número de argumentos a ser recebido entre colchetes. O segundo serve para guardar uma referência numa label a este número. (Mais sobre o \newenvironment em Wikibooks). A seguir está o código:

  1. \documentclass{article}
  2.  
  3. \newcounter{tabela} \setcounter{tabela}{0}
  4. \newcounter{subtabela}[tabela] \setcounter{subtabela}{0}
  5.  
  6. \newenvironment{tabela}[1]
  7. {
  8.    \refstepcounter{tabela} %contador
  9.     \textbf{Tabela \thetabela} #1
  10. }
  11.  
  12. \begin{document}
  13.  
  14. \tabela{Primeira Tabela}\label{um}\\
  15. \tabela{Segunda Tabela}\label{dois}\\
  16. \tabela{Terceira Tabela}\label{tres}\\
  17. \tabela{Quarta Tabela}\label{quatro}\\
  18.  
  19. Tabela 1 = \ref{um}\\
  20. Tabela 3 = \ref{tres}\\
  21. Tabela 2 = \ref{dois}\\
  22. Tabela 4 = \ref{quatro}\\
  23. \end{document}

O comando \tabela recebe como entrada o texto da tabela e dá como saída em negrito seu número, seguido do texto. Abaixo a saída gerada:

9 de jul de 2014

Copa das Copas

Em meio às acusações de complexo de viralata (ou o retorno do coxinhismo) e às constatações de onde o Brasil é inferior à Alemanha, venho aqui falar da dita Copa das Copas, que fez por merecer o nome, apesar das obras superfaturadas, dos atrasos e do viaduto caído em BH. Nunca fui a favor da realização da Copa por aqui, pelos mesmos motivos que todo mundo fala: temos outras prioridades, o famoso "dinheiro pra saúde e educação". Além disso, tenho meus motivos para secar a seleção brasileira, em especial, o fato de já ser o país com mais títulos.


Mas pouco muda na minha relação com a Copa, independente de onde está sendo realizada. Senti muito pouco da copa, apesar de morar em uma cidade sede, era a mesma sensação de como se estivesse sendo realizada em outro lugar, provavelmente por conta da minha falta de contato com a Zona Sul e o Maracanã. O mais próximo que estive da copa foram duas situações: uma interdição de trânsito na Barra, para a passagem de um ônibus de Referees (árbitros) e ver o favelão de acampamentos no Terreirão do Samba. Para poucos, a copa realmente pode ser vista ou pelo menos sentida. Vista por muito poucos mesmo, ao vivo, onde a maioria dos ingressos era de patrocinadores, os vendidos eram caríssimos e ainda com casos de cambistas na própria FIFA [link].

Refferee bus

Avenida Ayrton Senna na Copa, mais especificamente o Cebolão

Vigilância na porta do hotel
A abertura foi bem frustrante, com meia dúzia de componentes, rendendo várias piadas, e, como cereja do bolo, o cadeirante que ia dar o pontapé inicial da Copa acabou aparecendo num flash de 3 segundos, como pode ser visto no vídeo abaixo. E, vamos dar um crédito pra Globo que tanto é criticada, se não fosse o Galvão Bueno e/ou a produção da Globo, o exoesqueleto ia realmente ficar esquecido, porque eu, que só vi a abertura esperando esse momento, não sabia ao certo se aquilo tinha acontecido mesmo ou se ele ainda estava se preparando para dar o pontapé inicial, imagina pra quem sequer sabia da história.


Aconteceu que o Galvão Bueno repetiu as imagens e, no fim das contas, todo mundo, pelo menos no Brasil, conseguiu ao menos saber que existe esse projeto, com gente brasileira, isso sim, um orgulho. Uma pena a dona Fifa reduzir o tempo de 5 minutos para 30 segundos e filmar 3 segundos (sim, quem mostra todas as imagens da Copa não é a Globo, nem a Band nem o SporTV, mas a própria Fifa).

Festinha de Escola é confundida com Abertura da Copa
O fato da copa ter sido no Brasil pode ter motivado mais as pessoas a acompanhar os jogos, até por uma influência da própria transmissão que, em vez de mostrar só os jogos do Brasil e alguns jogos soltos, mostrou TUDO, até Rússia x Coréia do Sul. Como a transmissão das Olimpíadas de Inverno pela Record foi um fiasco (só deu pra acompanhar pelo SporTV), já estava até conformado em ver só alguns jogos, mas nesse ponto, capricharam. No fim das contas, desconfio daquela história que brasileiro não gosta de MMA, mas sim de ganhar. E incluiria aí o próprio futebol. Muita gente não queria saber da Copa, queria saber de ganhar. E agora, estamos aí numa disputa de 3º lugar e duvido que cantem os hinos como cantaram a copa toda.




Os hinos foram outra parte do espetáculo que fez jus ao nome de Copa das Copas. OK, que o Brasil cantasse o hino alto e forte (posso estar enganado, mas, ao contrário do que anunciaram por aí, essa continuação do hino em capela não começou na Copa das Confederações, mas sim no vôlei), mas a boa surpresa é que quase - se não todos - os países latinos e os EUA tiveram seus hinos cantados em bom som, e alguns desses tiveram que ser continuados, mesmo após serem cortados, justamente como fez a torcida brasileira. Quando isso aconteceu pela primeira vez, pela primeira vez, gostei da copa aqui. Trouxe nossos hermanos e fomos sua segunda casa. Torci para cada seleção latina e até pros EUA, que geralmente torço contra, no jogo em que enfrentou a Bélgica. E fiquei triste a cada saída latina, do México, do Uruguai, do Equador na primeira fase, do Chile e da Colômbia, e da incrível Costa Rica.


Se essa copa tem um vencedor por audácia, sem dúvidas a Costa Rica tem o primeiro lugar. Saiu do grupo da morte como primeira do grupo, onde era esperado que fosse o saco de pancadas. O segundo lugar provavelmente ficaria com a Argélia. A Austrália, que também era candidata a saco de pancadas, conseguiu jogar com competitividade e deu algum trabalho. Na verdade, tirando Honduras e Camarões, nenhum time foi mole não. O Japão e a Coreia também demonstraram merecimento de sua presença na copa. A decepção negativa é, claro, Portugal, por quem torcia e sequer passou da primeira fase. E provavelmente muitos apontarão também a Bélgica, que veio cheio de marra, mas não vi nada demais e bem feito, perdeu.

Musa da Copa

A Copa das Copas teve grandes jogos, dos vencidos no fator de cagaço (ou, como aprendi, o handicap), a própria Costa Rica levando para os pênaltis e perdendo frente a um goleiro que entrou pela Holanda só para isso (mais um momento louco e memorável). Tivemos goleadas (principalmente no Fonte Nova) e nesse momento não consigo lembrar das outras goledas pela mais recente e também memorável da nossa seleção, o 7 x 1 pra Alemanha, mas isso ficará pro final.

MiCk JaGgeR
Pra quem acha que a Copa é algum pão e circo, eu digo que copa é, sim cultura, e, indiretamente, lá se foi nosso dinheiro para a educação. Claro que esse "indiretamente" foi bem indireto mesmo, mas acompanhar a Copa trouxe cultura para o povão. Conhecer os hinos, aprender, mesmo que seja um texto pronto lido pelos narradores, sobre os países, em especial países pouco conhecidos, como a Bósnia-Herzegovina (eu pelo menos aprendi pesquisando que esse país tem muitos muçulmanos, e que tem uma tira azul do lado da bandeira, o que eu achava que era erro de impressão). O evento em si é fascinante, mas temos que ter em mente que, de santa, a Fifa não tem nada. Tem muita mutreta por debaixo dos panos, infelizmente. A diferença é que alguns países podem se dar ao luxo de consumir esse entretenimento, enquanto que nosso país precisa trabalhar mais pra poder relaxar.



E acho que trabalhamos pra superar nosso complexo de vira lata. Em certos sentidos, levamos de goleada, sim, mas, acredito que muita gente que de fato sofre com o complexo de vira lata aprendeu que nosso país não é só zueira, tem vantagens óbvias, como o clima e a receptividade (com até alemão querendo virar brasileiro [link]). Queria observar que nosso hino é um dos poucos totalmente laico (sem referências a deus ou alah), apesar do país não ser bem assim (mas, bem que podia ser). Mostramos ao mundo que aqui não é baguncis (prisões lá do caso dos cambistas), mas também que aqui não é só festa não (protestos, mais na época. da copa das confederações, desconfio que na copa, aconteceu algum abafa suspeito).

Fifa go Home no Arpoador - Eu achei que ia sumir rápido, mas passei lá duas vezes no intervalo de um mês e continuou. Tá bem visível, num dos lugares mais visitados do RJ. Créditos da foto para latereseta (instagram)

Pra finalizar, tivemos o Neymar quebrado ao meio, mas sem perder a oportunidade de mostrar um patrocinador (helicopterozão do SUS #sqn) e centenas de piadas. E comparações para lembrar que ter peninha do Neymar fica sem sentido quando tem um viaduto novinho caído, gente desapropriada e funcionários mortos na construção do Itaquerão [links, links e mais links]. Fred também foi alvo de piadas e, coitado, virou o culpado da derrota. Tanto o cara que quebrou o Neymar quanto o Fred precisam sair do país logo, pois vão ser linchados, até porque, andamos aprontando com esses linchamentos [link e link].

Neymar, de exoesqueleto. Vi no twitter

Sobre o 7 x 1, eu ri muito, acho que toda a minha secada só fez efeito nesse último jogo e criou muitas piadas, ótimas piadas, então, deixo algumas delas aqui embaixo, para vosso deleite.












Dos três que sobraram (estou disputando com o jogo da Argentina quem acaba primeiro pra poder falar dos três), sinto simpatia por todos. A Alemanha que vem trabalhando há tanto tempo com essa mesma turma merece ser premiada. A Argentina que está há tanto tempo sem ganhar, merece vencer quase em casa e tirar a hegemonia européia. E a Holanda que já tá há tanto tempo tentando e nunca ganhou nada, podia ter sua chance agora. Será uma pena pros outros dois perderem, mas é assim a vida. E confesso que minha tendência é torcer pela Argentina. Deixa os caras ganhar em casa.

Oi eu tenho 24 anos, 28, e eu sou highlander. E nunca vimos a Alemanha/Argentina/Holanda ser campeã.

E, no final, passou uma copa e continuo sem saber por que a Holanda é laranja, o Japão é azul e a Austrália é amarela. E como bom brasileiro, vou entregar o post inacabado, a ser remendado pelas futuras administrações, em cima da hora, com a Argentina com dois pés na final com os pênaltis.

(Edição, remendei os furos e estou entregando o post pronto, 4 horas e meia depois do prazo, porque eu sou brasileiro com muito orgulho e muito amor. Claro que não revisei, isso fica para a próxima gestão)

Quem sou eu

Raphael Fernandes
Carioca, Brasileiro, Estudante de Robótica
Hiperativo, Imperativo
Gosto de tecnologia, de transporte, de Rock, de reclamar e de propagandas criativas (e outras coisas que posso ter falado em um post ou não)
Musicalmente falando, sou assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja também...