5 de jun de 2010

Pessoas que eu esqueci e que, por algum motivo, brotaram na minha mente novamente

Bem, tive a idéia de fazer posts para ajudar minha memória. Há um tempo, percebi que minha memória já estava começando a eliminar lembranças inúteis (não traumáticas, mas também não prazerosas, enfim, indiferentes) e, sabe-se lá porque, lembrei de pessoas que já havia esquecido. Não sei explicar bem, é estranho. Se eu já esqueci, então não lembraria. Mas se eu tive essa sensação de "caralho, desenterrei isso" , é porque foram esquecidas. Então decidi escrever sobre essas lembranças para que, daqui a alguns anos, eu volte a ter a sensação do caralho anteriormente citado e também, porque a tendência é eu apagar cada vez mais coisas. É chato, mas é necessidade do humano apagar coisas inúteis. E também, se são inúteis, fodam-se. Com o tempo, entrarão mais fatos bizarros sobre transistores e coisas vão ter que sair pelo ladrão, não tem jeito. E também, a idade. Enfim, eis duas pessoas que lembrei essa semana:
Sandro da Cultura Inglesa - Lembrei pelo nine nine nine, sei lá, não sei o momento que esse moleque saiu da Cultura, mas era uma das poucas pessoas legais. Mas não tive grande contato. O máximo foi o Rafael Antunes "Zico", mas esse também sumiu.
Paraibinha da aula de Espectroscopia - aleatório no IQ, a única vez que vi esse cara foi nessa matéria. Acho que lembrei esses dias, olhando um SMS engraçado. Uma vez eu ri de um SMS engraçado e ele ficou perguntando se era minha namoradinha (LOL) , infelizmente não era. Ele dizia que ia trabalhar um ano antes de ir pro mestrado. Teoricamente morava no alojamento e admitia fazer matérias só de tempos em tempos. Suponho eu, que os intervalos entre períodos com matérias sejam bem longos.
Bem é isso, os dois primeiros personagens para a série "Pessoas que eu esqueci e que por algum motivo brotaram na minha mente novamente"

PS - Editando:
Lembrei mais uma: Acho que era Jéssica o nome, do curso de piano, lembro que ela usava aparelho e morava no Itanhangá. Agora que eu citei o piano, lembrei da outra menina que ia com o pai.

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Raphael Fernandes
Carioca, Brasileiro, Estudante de Robótica
Hiperativo, Imperativo
Gosto de tecnologia, de transporte, de Rock, de reclamar e de propagandas criativas (e outras coisas que posso ter falado em um post ou não)
Musicalmente falando, sou assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja também...