14 de mar de 2015

Freguesia da Depressão

Coisas que poderiam ser feitas na Freguesia, mas nenhum político se dignifica a fazer. São coisas simples, nem chegam ao nível de pedir uma estação de metrô no terreno do estacionamento do Rio Shopping ou coisa assim.

1 - Passarela do Hospital Cardoso Fontes
Com o dinheiro desse pardal, já dá pra fazer duas passarelas padrão Cidade Nova
Uma das maiores lendas do bairro, que só cresce, mas continua sem passarela pra ir ao hospital. Cada vez mais carros passam pela Grajaú-Jacarepaguá e a solução encontrada foi colocar um pardal de 50km/h numa autoestrada. Então, convido a quem botou isso lá a experimentar ser atropelado a 50 km/h e ver se ficou bom. Uma passarela permitiria a passagem segura dos pedestres, existem outras passarelas ao longo da via expressa, nunca entendi por que não no hospital!

Fiz uma pesquisa e me supreendi ao saber que existe uma proposta para construção da passarela, feita pelo Carlo Caiado, de 2013 e até hoje sem nenhum andamento. Retirei do site dele a foto a seguir:



2 - Sinal de trânsito para pedestres na Rua Ituverava
Cadê o bonequinho?
 Este cruzamento realmente não tem vez para o pedestre. O momento da travessia é o tempo em que os carros levam para perceber o sinal abrir e acelerar, isso quando os que descem a Ituverava não avançam sem parar, aí sim, o tempo para o pedestre é 0. Um sinal indicativo para o pedestre é fundamental neste tumultuado cruzamento, não que alguém fosse respeitar, mas já seria um começo. A faixa está lá, mas quando é a vez de atravessar?


3 - Sinal de trânsito repetidor na Passarela de Jacarepaguá
Arte toscamente adicionada
Mais um da série "poderia ser bom, mas será que iam respeitar?". Se o sinal de trânsito está fechado mais à frente, poderia ter simplesmente um sinal mais próximo, entre a Passarela e o ponto de ônibus, só repetindo o semáforo mais à frente. Não ia atrasar ninguém  e facilitaria a vida do pedestre, além de trazer mais segurança.


4 - Ponto de ônibus na Linha Amarela, altura da Papizzo, das linhas que seguem direto para a Barra
Alô alô, minha casa, aquele abraço
 Ao contrário do bairro de Higienópolis, a Freguesia não foi contemplada com um ponto de ônibus para todas as linhas que seguem em direção à Barra. Um ponto de ônibus ali facilitaria o acesso ao bairro para passageiros vindo de outros municípios e aliviaria a linha 343 da enorme lotação nos horários de
pico. E não provocaria quase nenhuma perda de tempo para quem fosse seguir direto, ao contrário do que aconteceria se precisasse descer e fazer o retorno na Papizzo para subir de novo, onde o trânsito é muito pesado. Um ponto na direção reta, com a devida segurança e estrutura, seria de grande ajuda.

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Raphael Fernandes
Carioca, Brasileiro, Estudante de Robótica
Hiperativo, Imperativo
Gosto de tecnologia, de transporte, de Rock, de reclamar e de propagandas criativas (e outras coisas que posso ter falado em um post ou não)
Musicalmente falando, sou assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja também...