24 de jan de 2015

Ubuntu 14.04 - Primeiras impressões

Depois de muita enrolação (falta de tempo pra backup, preguiça e uma pitada de TOC), atuailizei meu Ubuntu 12.04 para o novo LTS 14.04.

Notei uma diferença no touchpad, parece que o deslizar vertical ficou mais sensível e não é raro mudar de janela sem querer porque a setinha do mouse está sobre a lista de janelas, dado que uso o Gnome (Unity NÃÃÃÃO).

Uso muito o Shotwell para cortar imagens e percebi um bug, ao cortar e salvar, ele redimensiona a foto, deixando a escala horrível.

Mas que bosta
Acabei usando de uma maneira diferente a como usava, que era cortar, salvar e passar para a próxima. Agora, corto, não salvo, passo para a próxima e vem o diálogo pedindo pra confirmar o salvamento e salvo. Se cortar, salvar e avançar, há um diálogo para confirmar que estraga a imagem se aceitar.

O uso na pasta, que eu usava tudo pelo botão direito, passou a ser pelos ícones no canto superior direito, por exemplo, para organizar os arquivos por data, nome, etc. Pode ser que tenha um jeito de voltar ao que era antes, mas vou tentar me acostumar.


O Gimp voltou a ter a chatice de pedir para exportar a imagem, em vez de salvar por extensão genérica pelo ctrl+shift+s.

Uma coisa boa é que o brilho da tela não está mais "desmemoriado". Antes, acontecia de, toda vez em que a tela apagava, ela voltava com o brilho máximo. Agora, aparentemente, quando ela volta, volta no brilho que eu deixei.

Ainda quanto a lembrar opções, está de parabéns por finalmente deixar o "Upload de arquivo" com ordenamento mantido com minha última opção, que, geralmente, é o "Modificado em". Não preciso mais nomear os arquivos como zzz.png para pegar o último arquivo adicionado simplesmente apertando end. E o print screen "voltou" a pedir o nome do arquivo. Não sei por que, na última versão, ele salvava automaticamente como Captura de tela de yyyy-mm-dd hh:mm:ss.png. Agora, posso nomear como zzz.png, já que minhas capturas geralmente são descartáveis (e, quando quiser salvar uma de verdade, já ponho o nome que ela deve ter).

Duas coisas chatas que tem acontecido e que preciso correr atrás: os avisos de erro e a mudança da configuração do teclado para inglês, mesmo nunca tendo mexido nisso e o símbolo continuar português. 

Ah, o meu Moto E, que não montava no Ubuntu 12, agora monta perfeitamente no 14. Maravilha!

Por enquanto é só, quando achar mais coisas, vou adicionando. Obrigado pela leitura.

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Raphael Fernandes
Carioca, Brasileiro, Estudante de Robótica
Hiperativo, Imperativo
Gosto de tecnologia, de transporte, de Rock, de reclamar e de propagandas criativas (e outras coisas que posso ter falado em um post ou não)
Musicalmente falando, sou assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja também...