4 de out de 2012

Tchetcheretche tche, Gripe Suína e Você

Depois de tanto refletir e verificar o aumento do descaso e do espírito de "to incomodando, então to arrasando" e a diminuição do QI e do nível musical, eis que achei uma possível causa de tamanha desgraça. É uma teoria conspiratória, mas que faz bastante sentido se avaliarmos que os incomodados são tão poucos.

Existe uma pequena faixa de folgados, que vem se espalhando, tanto no sentido de estarem aumentando de número, quanto no de "ocupando espaço demais" e uma multidão de pessoas indiferentes. Vamos chamar o primeiro grupo de manos e o segundo de zumbis. E existe uma minoria que está aí, estressada, indignada, olhando torto para os manos, que vou chamar de revoltados. De uns tempos pra cá, a massa de folgados, que sempre existiu, vem se impondo como nunca. O que antes, era uma convivência aturável dos revoltados, agora está se tornando insuportável... Já para os zumbis, a vida segue...

Qualquer semelhança não é mera coincidência... E você procurando o objeto perto da mão esquerda pra se proteger


Mas o que estaria, afinal de contas, levando a essa alienação da população? Me veio à mente aquela teoria conspiratória de que a vacinas são feitas para controle mundial da mente e lembrei da vacina da gripe suína. A gripe suína era uma doença com sintomas parecidos com a da gripe normal, com taxa de mortalidade semelhante à gripe comum e com formas de contágio iguais. Entretanto, foi tratada como especial, criou-se um medo generalizado, você espirrava e nêgo já te olhava torto. Naquela época, a incidência de aborrecimentos devido a folgados era bem pequena. Desde isso, os manos vêm se espalhando, possivelmente dispostos a dominar a população, que já sente a contaminação, ficando indiferente à música alta no ônibus, avanços de sinal, etc. E, junto com isso, há uma tendência de se tirar sarro dos supracitados revoltados.

Minha teoria é que os revoltados não foram vacinados. Porque, de alguma maneira, não foram corrompidos. Eu, como um revoltado e não vacinado, devo dizer que não vejo como as pessoas aceitam tanta humilhação e descaso. Mas a maioria está vacinada... Não se importa e consegue levar bem a vida, apesar dos folgados por todas as partes: no trânsito, na fila do supermercado, no governo . E, quem entende de teoria da evolução, sabe que, numa sociedade dominada por malandros, ser honesto é trouxice... Só sobrevivem os malandros e os zumbis...

Esse manja das evoluçacanagens

Apesar de que, na média, os malandros se dão pior que os honestos, se estes dominassem. Por isso, foi bem conveniente essa vacina. Para dominação dos manos... Para uma população de zumbis que vão aí sendo feitos de trouxas no país da malandragem. Brasil é o país da malandragem, Finlândia é o país da honestidade...

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Raphael Fernandes
Carioca, Brasileiro, Estudante de Robótica
Hiperativo, Imperativo
Gosto de tecnologia, de transporte, de Rock, de reclamar e de propagandas criativas (e outras coisas que posso ter falado em um post ou não)
Musicalmente falando, sou assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja também...