19 de fev de 2011

A facebookização dos relacionamentos (cont.)

Bom, sem muita inspiração para prosseguir o assunto tratado anteriormente, mas pretendo recuperar o fio da meada (mentira, não pretendo, por isso estou enrolando, mas vou me esforçar).

Então, bom era o velho orkut... Carinhas pra dizer que você era 80% confiável, 70% sexy e 20% legal (o símbolo era um gelinho, cool sacou??). Tinha o erro do "No Donuts for you" a piadinha infame que deixava as pessoas iradas pois queriam exercer seu vício de ficar no orkut fuxicando fotos alheias, entrando em comunidades, eu sou da época que as pessoas até participavam das comunidades! Eu mesmo deixei de participar em pouco tempo, só entrava freneticamente, até que orkutizaram o orkut e começaram a criar comunidades de viadagem e/ou religião trocando o nome de comunidades antigas.



Sou da época que o orkut precisava de um convite para entrar. A idéia lá atrás era ser uma rede da faculdade do Sr. Orkut (a longínqua época que o Orkut não era da Google, ou seja, não foi o Orkut que foi orkutizado, na verdade foi googlado, mas não creio que tenha sido ruim, foi só uma piadinha sem graça, fodas-çe), mas ai um indivíduo (provavelmente brasileiro) mandou convites pra fora e essa porra virou um fenômeno mundial, um verdadeiro monstro sagrado da internáutica internacional. Eu recebi um convitezinho desses. Eu lembro que ouvi falar do orkut pela revista veja, explicando esse fato de precisar de convitezinho e o fato de o orkut estar se orkutizando.

Outra coisa bem legal dos primórdios do orkut (old school mesmo!) era a relação que você tinha com qualquer usuário. Você clicava num perfil e o orkut dizia qual a relação com este indivíduo, por exemplo, Fulaninho -> Beltraninho -> Pessoa popular que adicionava todo mundo sem menor critério -> União Soviética -> Você (ou seja, você é tão solitário que nem a pessoa popular você tem no orkut, ou tinha já que se refere a uma função que não mais existe. O mesmo vale para Fulaninho)

Tinha uma função inclusive (momento para reflexão após a pausa para um novo parágrafo: estou tendo um momento de nostalgia (demorei pra captar essa palavra do fundo do meu banco de dados cerebral) com relação ao orkut, uma coisa bem recente (se você pegar pra pensar, já é coisa do século passado (assim como o Facebook)), mas eu juro que vou voltar ao assunto da parte "relacionamentos" do título) de você "paquerar" claro que nunca peguei ninguém assim, mas funcionava da seguinte maneira: você marcava a pessoa como "paquera" e daí se a pessoa te marcasse também, o orkut mandava um email para ambos, bom eu fiz um teste com um amigo meu e não funcionou, talvez o orkut não aprove relacionamentos homossexuais. A idéia era legal, só faltou funcionar e as garotas que eu tava a fim também me marcarem como paquera e a gente marcar um cinema (talvez seja o primeiro fato que implicou no segundo, a joça não funcionou e atrapalhou minhas gatinhas a revelar que também me amavam, porra orkut!).

Essas coisas aí são bem antigas. Aí veio as "visitas recentes" e o bloqueio do álbum, muita gente ficou puta com as visitas recentes porque apareceu na listinha do ex e o bloqueio do álbum que fez todo mundo ficar cheio de pudor e bloquear todas as fotos, até as fotos de tirinhas engraçadas , do dia pra noite as fotos com bikini não estavam mais acessíveis, apenas para os miguxus, quer dizer antes as pessoas se mostravam e tudo o.k. aí veio o cadeado e elas pensaram "que absurdo deixar isso liberado" mas podia ficar pior, recentemente colocaram cadeado até pros amigos. Isso do cadeado foi a fonte de uma grande rede de pessoas se fudendo clicando nos mais variados spams, malwares e vírus para conseguir quebrar o cadeado, coisa nunca atingida.

O orkut era legal porque você podia responder (SE QUISESSE PORRA) algumas informações legais tipo música, filmes, se as pessoas fossem sérias, daria pra se aproximar por esse assunto, mas os gênios começaram a bloquear até esse tipo de informação, até que o pessoal da administração pensou "ninguém olha essa bosta mesmo, vamos esquecer isso no new orkut" e perdemos essa bela fonte de gostos em comum. TInha também as comunidades e amigos em comum, coisas bem legais, não sei se ainda tem, na verdade eu mudei pro novo orkut só recentemente, porque gostava muito do design do antigo, mas no antigo tinha que enviar foto uma por uma e no novo dava pra enviar uma porrada, o que eu queria fazer no momento... O incrível que quando brotou o novo orkut, as pessoas pediam convites como se não houvesse amanhã, um antigo amigo careca me mandou convite, enquanto td mundo se afundou em todo tipo de vírus de novo e de barracos (do tipo PORQUE VOCÊ MANDOU O CONVITE DO NOVO ORKUT PRA AQUELA IDIOTA E NÃO PRA MIM e isso é sério) pelo orkut facebookado. Eu até experimentei, achei uma porcaria e pensei "se quisesse usar o facebook, usaria o facebook e não o orkut", foi uma pena eles engolirem o orkut antigo de vez colocando a frescurinha do ex-crepe privado só pra usuários facebookados...

Bem, essa enxugada no novo orkut, a meu ponto de vista, perdeu muito do espírito de comunidade do orkut. Antes, você podia ter alguma idéia dos gostos e do comportamento da pessoa, agora virou mais o que ele é, de fato usado, troca de recados (sem a sisudez do e-mail) e joguinhos (fazendinha feliz). Já foi o tempo que as pessoas tinham que trocar depoimentos para mandar algo privado (e sempre rolava aquelas pérolas de a pessoa aceitar e todo mundo ver a merda que o indivíduo falou) ou mesmo pra falar umas palavras ("O que falar do fulano" é o clichê máximo), mas sério, era um oásis de, digamos, sentimentalismo nesse mundo frio da internet, onde você não pode ver os sentimentos do outro lado (viu gente, eu voltei ao tópico de relações). O facebook não tem isso. Por isso, acho que o facebook só vem pra deixar as coisas ainda mais frias. Quem tem orkut e nunca passou por aquela hora de escrever algo bonito para aquela garota que você acha bem legal, aquele alívio quando a pessoa diz que adorou, aquele abraço que surgiu na vida real quando você escreveu alguma besteirinha, aquele calafrio quando você vê "você recebeu um novo depoimento". O novo orkut ainda preservou isso, mas, tá tão sem destaque que nem sei se lembram que isso existe.

E esse caminho vai sendo seguindo pelas redes sociais... Não creio que o orkut vá morrer (espero que não), como li recetemente, a tendência é mesmo as pessoas manterem os dois, mas a questão é, vão deixar de verificar gradativamente. Eu tinha o facebook numa conta parada e só usava quando o twitter caía pra reclamar que o twitter tinha baleiado, agora que as pessoas tão surgindo, tenho com quem participar... Mas ainda dou ênfase ao bom e saudoso Microsoft Orkut. Só que o facebook me manda email quando alguma coisa relativamente relevante acontece e o orkut não (apesar de ter configurado para isso, mas, aparentemente, to bichado). Bom, era isso que queria falar, não há muito mais que falar,então bom dia a todos (na verdade, do meu ponto de vista, seria boa noite, mas bom dia é bom dia o dia todo)

*ao som de The Smiths

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Raphael Fernandes
Carioca, Brasileiro, Estudante de Robótica
Hiperativo, Imperativo
Gosto de tecnologia, de transporte, de Rock, de reclamar e de propagandas criativas (e outras coisas que posso ter falado em um post ou não)
Musicalmente falando, sou assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja também...