14 de nov de 2010

Da necessidade de comunicação

A comunicação é fundamental e uma necessidade para tudo que é vivo. Em todas as suas formas, desde a comunicação visual das plantas que atraem insetos e permitem sua reprodução até o canto dos pássaros, o que permite uma melodia gostosa de se ouvir, quebrando o ritmo sonoro das metrópoles. Mas que palhaçada de texto é esse, que nhem nhem nhem... Passarinhos, florezinhas... pau no cu! Mas sim, a comunicação é fundamental para os "seres viventes" e, principalmente, para nós, humanos, ridículos, limitados que não usam 10% de nossa cabeça animal (em especial em provas que exigem 120% da nossa cabeça animal, com direito a correção esdrúxula de professores mal comidos). E eu não estou fora disso. Estou aqui, me comunicando como posso. Twitter is dead. E, nessa semana que não encontrei quase ninguém, o blog foi fundamental para não conversar sozinho na rua, converso sozinho com o editor do blogspot. Mas, felizmente, "hão" pessoas que sentem minha falta. E isso me deixou feliz. Os resultados dessa semana, além de conseguir estudar no 910, foram mudar um pouco de caminho (e me fuder um bocado, conforme pode ser visto nos outros posts), descobrir que tem gente que se importa comigo (ou não), conseguir me colocar nos eixos para estudo frenético (creio que o mais frenético da minha vida, afinal, são 32 créditos) e escrever pra cacete.
Pessoas que me procuraram barra demonstraram barra declararam sentir minha falta: Angelo, Mendes, Gurgel, Lygia, Luciano, Victor e Ian :)

*ao som de Dream Theater (Regression, Overture 1928, Strange Deja Vu, Through my Words, Fatal Tragedy, Beyond this Life)

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Raphael Fernandes
Carioca, Brasileiro, Estudante de Robótica
Hiperativo, Imperativo
Gosto de tecnologia, de transporte, de Rock, de reclamar e de propagandas criativas (e outras coisas que posso ter falado em um post ou não)
Musicalmente falando, sou assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja também...