10 de nov de 2010

"A" última mensagem / Cada mergulho é um flash: a arte de se fuder

Antes de mais tudo, minha última mensagem (parênteses longo e explicativo: desde o dia que fui no cinema e decidi viver perigosamente com 2 reais e uma mensagem e liguei pro Ian gastando um real sem entender uma palavra que ele disse, esta última mensagem tomou ares de último biscoito do pacote. Aliada a minha tendência isolacionista desta semana, decidi que usaria só em ocasião muito especial.), êi-la: O agraciado foi o Victor com os seguintes dizeres "Acabo de mandar um dj de onibus se fuder fuckyea". É muito bom, façam isso também. Até o dia que alguém morrer (como um mártir) graças a um bandido que se ofender e der na televisão que isso é caso de polícia.

------------------------------------------------------------

Agora, chegou a hora de falar de "agente se fudemos". Bom, estou estreando uma nova categoria no blog, "idéias de jirico (mas é com g ou com j?), categoria essa que já deveria ter sido feita há tempos pois há tempos tenho idéias esdrúxulas que me fodem. (Acho que perderei meu tempo categorizando alguns posts desse tipo). A idéia de hoje foi: voltar de 910! Tem seus motivos: primeiro, científico, provar que o caminho bizarro do 910 pode ser menos pior que a linha amarela em dias de intenso engarrafamento (coisas que o Mendes sempre defende); segundo, ultimamente venho querendo refletir e nada melhor que o 910, haverá tempo de sobra.

Bom, tentei abstrair a musiquinha de fundo, ao menos não era funk (aparentemente era algo como Ana Carolina ou pagode, não consegui diferenciar (e nem quis)) e aproveitando tudo que a viagem pode oferecer, até o engarrafamento (acho que o nome do lugar é Penha Circular), onde o motorista decidiu fumar. Caralho, nessas horas que eu comecei a pensar nesse post me perguntando "por que comigo? e tudo de uma vez??" musiquinha+cigarro+engarrafamento NO 910 puta merda VDM.

Momento busólogo: reparei que a Três Amigos e a Caprichosa têm,além do adesivo da Transcarioca (conforme dito em http://ahvaproinferno2.blogspot.com/2010/11/bilhete-unico-carioca.html) também tem alguns carros com adesivo da Internorte. Assim como a Madureira Candelária (essa aí então não faria sentido nenhum). Ou seja, vai ser bagunça. Aliás, vi de manhã a Real com transcarioca, o que não faz nenhum sentido também, afinal é a líder da Zona Sul. E tive o desprazer de ver um ônibus com pintura padrão catando passageiros (da Santa Cruz). Na verdade, já tinha visto antes, mas não tinha me dado conta que era a pintura padrão. Achei que fosse um ônibus escolar ou qualquer coisa do tipo. Pintura padrão realmente lamentável.



É um pássaro? É um ônibus escolar? Pirata? É um paulista? Não!! É um lixo? Sim!!

Já na Praça Seca, meu ônibus (a essa altura, o segundo já) foi ultrapassado pelo ônibus da faculdade, o que por um lado foi sacana pois eu saí de lá na mesma hora dele e já taria há muito em casa (apesar de ter passado por ele, ele já estava fazendo o caminho final, já eu desço no primeiro ponto fuckyea), mas por outro lado vejo que as pessoas que descem na Praça Seca em diante se fodem pois "até de 910 dá pra chegar ao mesmo tempo".

Fato aleatório: vi uma propaganda de uma igreja evangélica, na Vila da Penha (eu acho) ostentando o símbolo da região: a igreja (católica) da Penha.

Ah sim, na minha ânsia por comunicação nessa época de incomunicação (e foco nas provas: nunca deixei de entrar no msn por causa de vestibular ou provas da faculdade; dessa vez to fazendo isso.), estou postando loucamente nesse mês de Novembro e tenho algumas idéias para os próximos posts (primeiro passo pra loucura: falar sozinho... É o que tenho feito freneticamente neste espaço).

Próximos posts (ou não):
- Minhas influências
- Minha árvore de relacionamentos (com homenagem ao FlashForward)

Já ia me esquecendo: hoje o dia começou com Justin Bibier no rádio do Cruzeiro do Sul. Felizmente o motorista só lembrou de ligar o rádio na entrada do Fundão.

*ao som de Kreator (People of the Lie, All of the same blood, Phobia, Pleasure to Kill, Renewall, King in Hell, Black Sunrise, Terrible Certainty, Riot of Violence)

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Raphael Fernandes
Carioca, Brasileiro, Estudante de Robótica
Hiperativo, Imperativo
Gosto de tecnologia, de transporte, de Rock, de reclamar e de propagandas criativas (e outras coisas que posso ter falado em um post ou não)
Musicalmente falando, sou assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja também...